Tenho dois filhos, duas enteadas, administro três negócios e presto consultoria a cinco empresas. Leio livros, vejo filmes, frequento almoços de família e ainda reservo tempo para praticar jiu-jitsu. Consigo atender a todas essas requisições e ainda dormir dez horas por dia sem me estressar, mas conheço pessoas que não conseguem administrar um único curso de graduação ou o seu único emprego sem se aborrecer, levar trabalho para casa e abandonar os amigos e a saúde do corpo. Como seres humanos somos envolvidos por projetos, seja no âmbito familiar ou profissional, e para nos tornarmos mais produtivos no desempenho de cada atividade, precisamos aprender técnicas e métodos que nos tornem melhores tomadores de decisão.

Matando um leão por dia

Clyde Beatty nasceu em Bainbridge, Ohio (EUA) em 1903 e quando era adolescente começou a trabalhar em um circo como limpador de jaulas. Lidando com muitos animais por dia, Clyde começou a se dedicar a tarefa de treinador de animais, o que o fez protagonizar um dos maiores espetáculos de luta com animais selvagens daquela época! Sempre que ele entrava no picadeiro para fazer seu show, as pessoas achavam que ele provavelmente morreria nas patas ou na boca de um dos animais qualquer dia. O que não aconteceu. Clyde acabou morrendo de câncer quando tinha cerca de sessenta anos de idade. Nenhum leão ou outro animal selvagem conseguiu lhe tirar a vida.

Clyde Beatty taming a lion with a chair. (Image from Harvard Library.)

Clyde Beatty taming a lion with a chair. (Image from Harvard Library.)

Seu segredo era simples. Clyde sempre vencia os animais tirando o foco deles durante o show. Na foto clássica ao lado, podemos notar o leão colocando seu foco não na cadeira apontada para ele, mas nos quatro pés da cadeira, movendo todo o seu corpo para os quatro objetivos. Com o seu foco dividido, o leão tornava-se confuso e com dúvidas sobre o que fazer para atacar o homem, preferindo, no final, ficar parado enquanto esperava um novo movimento do seu alvo.

Quantas vezes você esteve na posição do leão nesta foto? Quantas vezes você quis atingir um objetivo (perder peso, ganhar músculos, iniciar um negócio, fazer uma viagem, etc) e terminou confuso sem saber o que deveria fazer para progredir?

Da próxima vez que você vir o mundo apontar uma cadeira para você, basta você se lembrar de uma única coisa: que você deve se comprometer com uma única coisa apenas de cada vez para conseguir atingir o seu objetivo.

Esqueça gerenciamento de tempo e foque na sua produtividade

Gerenciar o tempo é impossível, pois todos nós temos apenas 24 horas para administrar o que devemos fazer com elas. Aprender a gerenciar melhor as tarefas também não é algo fácil, pois se não formos metódicos e rígidos com as nossas atividades, não conseguiremos manter listas de tarefas e projetos atualizadas. A melhor maneira para produzir mais é tomar melhores decisões. Hábito que deve ser conquistado por todo gestor de projeto de sucesso.

Sabe aquelas propostas de atividades que surgem ao longo de qualquer projeto? Sim, aquelas que aparecem quando você está tentando focar em concluir aquela atividade essencial? É o cliente que quer mudar o escopo no meio do processo ou a sua família que o convida para um almoço não agendado com a sua tia de 80 anos, ignorando o fato de você precisar concluir seu projeto de mestrado. Para aumentar a sua produtividade e fazer mais coisas com mais eficiência é preciso se dedicar a olhar nas entrelinhas das nossas decisões procurando sempre fazer o que é preciso e necessário, deixando o supérfluo para depois.

Estabeleça metas produtivas e motivadoras

  • Quero perder 1 quilo em um mês ao invés de quero perder 3 quilos em 5 dias.
  • Quero aumentar o meu faturamento 10% no próximo mês ao invés de quero duplicar o meu faturamento no mês seguinte.
  • Quero terminar o mais prioritário dos projetos essa semana ao invés de quero terminar todos os cinco projetos que acumulei esta semana.

Nunca te contaram que para ser mais produtivo, é preciso terminar uma tarefa de cada vez e não unir todos os esforços para terminar todas as tarefas ao mesmo tempo. Além de ser preciso manter o foco para ser mais produtivo, é preciso se manter motivado para continuar perseverando na conclusão dos objetivos que se formam mais à frente.

Eu cultivo o hábito de carregar uma lista de pequenas tarefas sempre comigo e eliminar uma a uma dessas tarefas sem me preocupar com toda a lista. Quando estou desanimado e com medo de não concluir as tarefas que possuo, foco os meus esforços em terminar apenas aquelas tarefas menores para me motivar a concluir as tarefas de maior porte. Além disso, monitoro minhas decisões para não deixar entrar nada que esteja desalinhado com os meus objetivos na minha agenda de afazeres. Desta forma minha lista de tarefas não cresce e cada vez sobra mais tempo para poder me dedicar a outros projetos pessoais, familiares ou profissionais.

Se você quiser identificar onde está perdendo produtividade e aprender a ser mais produtivo, considere visitar este curso sobre produtividade pessoal. Nele, você aprenderá algumas coisas que não estão nos livros de gerenciamento de tempo:

  • Eliminar o desperdício de tempo e energia criando uma blindagem contra as distrações
  • Aprender a ser mais produtivo para concluir mais coisas com menor esforço
  • Não é possível gerenciar o tempo, mas sim a energia
  • Organizar sua lista de tarefas
  • Ser produtivo, não é gerenciar o tempo
Praticante de jiu jitsu, apaixonado por filosofia, escritor, coach, palestrante e um impulsionador de pessoas. Desde 2008 mantém este projeto no ar para ajudar pessoas a superar seus medos e suas crenças e se tornarem elas mesmas. Saiba mais sobre Marcos Rezende.

CONTEÚDO POR E-MAIL

Digite o seu e-mail abaixo e receba semalmente artigos, vídeos e dicas direto no seu e-mail