Categoria: Tempo & Produtividade (Página 2 de 2)

Como persuadir a si mesmo para conquistar suas metas

Nós somos meio burros, você não concorda? Não é que sejamos burros de todo, mas que somos tolos nós somos e ninguém pode duvidar. Enxergamos a vida através de um mecanismo só e cogitamos entender todas as coisas. Conhecemos uma pessoa aqui e ali e já atribuímos preconceitos sobre um grupo social. Assumindo que somos tolos ou burros, como preferir, resta descobrirmos como driblar essa nossa burrice, para conquistar as nossas metas criadas e que nunca cumprimos. Se bem que também teríamos que checar se as nossas metas são realmente metas verdadeiras, mas isso podemos deixar para outro artigo. Por enquanto vamos nos ater a nos persuadir para conquistarmos as nossas metas, sejam elas tolas ou reais.

O PODER DA ESCRITA
No livro O Poder da Persuasão, Robert Cialdini dá o exemplo, de que prisioneiros de guerra são obrigados a escrever mentiras sobre suas posições ou confissões, para deixarem de compreender suas realidades. Os prisioneiros são obrigados a escrever mentiras que, através do exercício contínuo de serem escritas, passam a fazer parte da sua realidade. Desta forma, os prisioneiros ficam sem saber o que era mentira ou verdade, ou melhor, ficam meio confusos com tudo o que está acontecendo.

Eu acredito muito nisso e já vi isto funcionando em minha vida. Quem não fica falando em pensamento para si: “Isto não vai dar certo. Isto não vai dar certo. Isto não vai dar certo.”? Até pouco tempo atrás, sempre que eu ia para uma entrevista de emprego ou prospectar um cliente que eu queria muito, ficava repetindo para mim mesmo, enquanto andava para o local de encontro: “Eu vou conseguir. Eu vou conseguir. Eu vou conseguir. Eu vou, eu vou, eu vou.” Pode parecer uma maluquice, mas para lidar com burro e tolo, só com um pouco de maluquice mesmo! Fazendo isso, o meu cérebro se acostumava totalmente com a ideia de que iria conseguir e meio que todos os meus pensamentos e atos, se uniam para proporcionar aquela conquista. Hoje, com mais experiência, digo para mim ao ir para um cliente novo: “Vou fazer o que sei fazer, deixá-lo falar e sair de lá com o contrato assinado.”

Se o poder de repetir em pensamento a sua meta, já dá resultado, quem dirá escrevê-las. Anualmente eu escrevo as minhas metas. Não em forma de lista, mas em forma de histórias. Conto para mim mesmo como seria a minha vida se já tivesse atingido aquela meta. Escrevo, com papel e caneta na mão, e vou imaginando cada cena, quase que sentindo o ambiente no qual estou. Faço este exercício não só todo ano, como o refaço pelo menos duas vezes por mês sem nenhum compromisso certo. Apenas sento pra relaxar, pego o meu caderninho e escrevo.

NOSSO CÉREBRO É TOLO
Ok, vamos mudar um pouco a conversa e falar que nós somos “inteligentes” e o nosso cérebro é quem é o tolo da história. É verdade, ele é. Quanto mais sujo e mais cheio de informação fica o nosso cérebro, mais difícil fica para o seu “inteligente” brotar das profundezas e fazer tudo aquilo que sabe. Porém, como somos “inteligentes”, temos que compreender que o nosso cérebro, foi mesmo criado para automatizar as informações que chegam do mundo até nós e não para nos fazer empreender, como disse em um artigo popular sobre neurociência publicado anteriormente.

Às vezes percebo que as pessoas tendem a separar o cérebro do corpo, admitindo que o cérebro são elas, mas que elas não são o corpo. Daí elas educam o corpo com exercícios físicos e boa alimentação e se esquecem de fazer o mesmo pelo cérebro. Mantém-se estressadas, lidando com muita informação e ainda não fazem bom uso do seu tempo. Sei lá o que nós somos, mas o cérebro é parte do corpo e deve ser tratado como tal. Ele deve ser educado, deve ser disciplinado, deve enxergar que nós estamos no controle.

Para que você compreenda melhor o que estou dizendo, vou citar novamente o livro “Your Brain at Work” que diz que o que pensamos ser o cérebro, é na realidade a nossa consciência, que corresponde somente à parte frontal da nossa cabeça, bem acima dos nossos olhos. Só esta parte pequena do cérebro (cerca de 5% da massa total dele) é o que normalmente usamos conscientemente. Algumas pessoas, deixam esta parte vazia e só a usa quando realmente se faz necessário tomar alguma decisão. Além disso, quem estuda programação neurolinguística, sabe que às vezes é necessário introduzir uma informação de fora para dentro na nossa mente. Ao invés de sermos saudáveis, fazemos pequenas coisas, que as pessoas saudáveis fazem, e logo ficamos saudáveis.

UNINDO TUDO
Agora que já vimos que a escrita, o pensamento, a imaginação e a fala têm um poder muito grande sobre o nosso cérebro tolo, vamos juntar tudo e praticar um exercício:

  • Escreva em forma de redação como é a sua vida com cada uma das suas metas concluídas. Junte todas as metas na mesma redação para ficar mais fácil.
  • Vá até lugares onde você possa sentir como concretizadas as suas metas, se possível. Se você quer comprar aquele apartamento, vá até o estande de vendas e fique imaginando a sua vida lá. Frequente o bairro onde deseja morar, etc. Muita gente quer uma coisa e fica remoendo dor quando visita os lugares onde quer morar. Fica pensando que não tem aquilo ao invés de imaginar que já o tem.
  • Leia para si mesmo a sua própria redação em voz alta e em frente ao espelho. Você vai sentir um tom de incerteza quando começar a falar isto para você, mas com a prática, você estará tão certo de viver aquela vida que planejou, que duvidará de algum dia ter desconfiado de não conseguir.

Admitamos que somos tolos e, sendo assim, temos que dar um jeito de driblar essas deficiências para fazer algo de produtivo para a nossa vida. Esta forma acima, é uma das maneiras que utilizei e utilizo para mudar a minha realidade.

Músicas da versão em áudio deste post:

Praticante de jiu jitsu, apaixonado por filosofia, escritor, coach, palestrante e um impulsionador de pessoas. Desde 2008 mantém este projeto no ar para ajudar pessoas a superar seus medos e suas crenças e se tornarem elas mesmas. Saiba mais sobre Marcos Rezende.

5 técnicas e processos que utilizo para aumentar a produtividade

O meu volume de trabalho aumentou bastante nos últimos dois meses e com isso a valorização de técnicas e processos para melhorar o meu desempenho na execução das tarefas e tornar-me mais produtivo na gestão do meu tempo também. Além disso, percebo um gargalo muito grande na produtividade e na gestão do tempo de quem ainda é pequeno e não ultrapassou aquele limite invisível que o separa as pequenas, das médios e grandes empresas. Falta de tempo, estresse, acúmulo de tarefas urgentes e inexistência de planejamento estratégico fazem a maioria das empresas afundar ou, pelo menos, não faturar como esperado. O que fazer então para melhorar o desempenho na gestão do seu tempo e da sua produtividade sem perder a qualidade de vida? Neste artigo, introduzo uma parte das técnicas e processos que utilizo diariamente para manter-me focado na execução das minhas atividades, gerindo com eficiência ao máximo o meu tempo, que podem estar fazendo falta àqueles que almejam produzir mais e melhor com menos esforço.

Ler mais

Praticante de jiu jitsu, apaixonado por filosofia, escritor, coach, palestrante e um impulsionador de pessoas. Desde 2008 mantém este projeto no ar para ajudar pessoas a superar seus medos e suas crenças e se tornarem elas mesmas. Saiba mais sobre Marcos Rezende.

5 dicas para um feriadão mais produtivo

Amanhã é dia de começar mais um feriadão no Brasil, país que além de samba, carnaval e futebol, adora venerar os tão amados feriados nacionais, estaduais, municipais e religiosos para “fugir” do dia-a-dia tedioso. Pois bem, antes de fugir, o que podemos fazer nesse feriadão para, pelo menos, colocar o pingo nos ‘is’ no projeto de desenvolvimento pessoal da nossa própria vida. Particularmente, estarei preparando a nova versão do novo site do Insistimento, criando estratégias de vendas para o próximo livro Marco Zero e dando um acabamento final neste novo e-book. O que você vai fazer no seu feriadão? Aí vão as dicas:

Ler mais

Praticante de jiu jitsu, apaixonado por filosofia, escritor, coach, palestrante e um impulsionador de pessoas. Desde 2008 mantém este projeto no ar para ajudar pessoas a superar seus medos e suas crenças e se tornarem elas mesmas. Saiba mais sobre Marcos Rezende.

Como conseguir ser mais produtivo mais rápido

O que todos aqueles que falam sobre o tema de gestão eficiente do tempo estão no fundo querendo nos dizer?

Com a invasão da tecnologia nas nossas vidas, ficamos submissos a chegada de novas atividades que não escolhemos para nós a todo momento.

Por exemplo, não é possível abrir o Gmail para pesquisar um e-mail sem esbarrar com as recém-chegadas mensagens e evitar ler pelo menos os seus títulos.

Preciosos segundos gastos vão embora com uma atividade que não tínhamos interesse imediato.

Da mesma forma que não conseguimos abrir o twitter para twittar algo sem dar uma “lida rápida” nas twittadas dos amigos.

A nossa falta de atenção faz com que nos percamos comumente não só nas atividades do nosso dia-a-dia, mas também em nossos próprios pensamentos, pensando duas ou mais coisas ao mesmo tempo, mudando de canal como quem é aficcionado por televisão.

Tenho aplicado gradativamente na minha vida algumas estratégias que têm me possibilitado um maior conforto no uso do tempo.

Uma dessas práticas que mais colaborou para transformação da maneira como vivo, é a prática da atenção a atividade corrente que aprendi de forma mais profunda no curso do Seiiti.

Fazendo alguns testes, notei que manter a atenção na atividade que estamos fazendo, não nos faz mais rápidos, mas melhores.

Melhores no sentido de que, como colocamos toda atenção naquela única tarefa que estamos desempenhando, a soma dos resultados de cada ação sai próxima da perfeição.

Veja que não estou falando de focar somente em uma tarefa por vez, como redigir um e-mail para alguém, mas sim em manter atenção em cada letra que está sendo escrita e em cada frase resultado da junção de cada uma das letras.

Tomando a escrita de um e-mail como exemplo, fica difícil enxergar o que desejo demonstrar, mas você já preparou algo na cozinha?

Uma pizza, um pão, um bolo?

É impressionante o que podemos aprender quando estamos fazendo atividades não-tecnológicas, porque acredito que são nessas atividades que reside a verdadeira sabedoria.

Há alguns finais de semana, tenho desligado o computador nos finais de semana para me dedicar a alguma atividade manual.

Minhas habilidades culinárias que nunca foram tão boas, agora estão ficando excelentes!

Faço pão, bolo, almoço, jantar, etc.

Aprendi com isto que quanto mais damos atenção a cada momento na preparação do alimento, melhor ele fica.

É tentando fazer as coisas rápido que perdemos a oportunidade de fazer as coisas bem feitas. (Tweet Isso)

Quando você trabalha como empregado em uma empresa, você serve a quantos clientes? Um, não é mesmo?

Só o seu chefe.

Daí você se torna um freelancer e começa a servir a um, dois ou três clientes, mas só.

O tempo continua o mesmo (24 horas para todos) e você agora passa a servir duas pessoas.

Depois dessa experiência você começa a fazer contratos com outros clientes, formaliza e amplia o seu negócio e começa a servir a não um ou dois, mais a cinco, dez, vinte pessoas, além, é claro, dos seus funcionários que agora dependem de você.

A duração do dia? Continua a mesma.

Mas o que tem a ver gestão do tempo, cozinha, atividades manuais e empreendedorismo? Tudo.

Quanto mais responsabilidades você permite entrar na sua vida, mais capaz você se torna de se tornar perfeito.

Como uma pedra que é bruta no topo da montanha e precisa se arriscar na descida para se polir totalmente e chegar bela e perfeita no rio que passa logo abaixo, nós precisamos nos arriscar, assumir mais responsabilidades, treinarmos a atenção e trabalhar menos.

Pode parecer paradoxal, mas isto é possível.

Hoje atendo a vários clientes, toco três empresas, e exerço todas aquelas atividades familiares, como fazer compras, pegar as crianças na escola, etc.

Escrevo aqui no blog, treino jiu-jitsu todos os dias, presto serviços de coaching para alguns leitores e ainda assim estou conseguindo reduzir o número de horas trabalhadas 10% a cada mês que passa, sendo o meu objetivo o de trabalhar apenas quatro horas por dia, quatro dias por semana, para tirar o restante do tempo para estudar, ler, divertir-me e criar novos projetos.

O segredo? Prestar atenção, automatizar e delegar.

Este exemplo é para demonstrar que é possível se tornar dono da própria vida sem ser escravo dela, que mudar e permitir que novas responsabilidades sejam incorporadas no seu dia a dia é possível e que isto é uma forma de comprovar a fé que temos em nós mesmos, em nos tornarmos melhores no meio do tornardo que hoje em dia é a sociedade.

Assumir mais responsabilidades e continuar centrado é colocar à prova a fé que temos sobre o nosso potencial.

Ter fé e não assumir novas responsabilidades, não construir nada e não fazer aquilo que só nós podemos fazer, não é fé, é medo e disto todos já estão cheios.

Coloque em prática

Se você já identificou que precisa aumentar a sua produtividade para se tornar uma pessoa de alta performance, então não invista mais tempo em algo que não seja aprender (e copiar) aquelas pessoas que são altamente eficazes.

Atualmente existem várias literaturas tratando sobre gestão eficaz do tempo.

Um material brasileiro excelente é do Christian Barbosa que passou por uma crise pessoal no início da sua carreira e criou o conceito da Tríade do Tempo que uso bastante.

Outro que chama atenção, é o americano Timothy Ferriss> com o seu livro Trabalhe 4 Horas Por Semana que ensina conceitos também interessantes sobre gestão do tempo, principalmente no quesito da delegação de tarefas.

E ainda tem o Seiiti Arata que de vez em quando escreve por aqui com o seu curso online de produtividade, testado e aprovado por milhares de insistidores.

“O tempo é teu capital; tens de o saber utilizar. Perder tempo é estragar a vida.” ~ Franz Kafka, escritor tcheco, autor de romances e contos e considerado como um dos escritores mais influentes do século XX. (Tweet Isso)

Praticante de jiu jitsu, apaixonado por filosofia, escritor, coach, palestrante e um impulsionador de pessoas. Desde 2008 mantém este projeto no ar para ajudar pessoas a superar seus medos e suas crenças e se tornarem elas mesmas. Saiba mais sobre Marcos Rezende.

7 hábitos infalíveis para você funcionar melhor de manhã

Logo depois que acordamos, a coisa mais saudável que podemos fazer para o nosso corpo e para a nossa mente é irmos esquentando o motor pouco a pouco ao invés de sair arrancando o “carro” da garagem.

Por isso, seguir estes simples hábitos pode ser a solução para o desgaste de energia que você tem todos os dias:

Hábitos para você funcionar melhor de manhã

  1. Arrume a cama: pode parecer uma bobagem, mas o fato de arrumar a cama, faz com que mentalmente você comece a se desprender de todo aquele conforto que teve enquanto estava dormindo e comece a agir em direção ao “despertar” definitivo dos seus sentidos para o trabalho durante o dia.
  2. Tome um bom café da manhã: de forma alguma saia de casa sem ele. Se você sempre sai apressado de casa, experimente acordar alguns minutos mais cedo só para dedicar alguns momentos para o seu corpo e enchê-lo de energia.
  3. Tome um bom suco, café ou chá: mesmo que seja café, o fato é que esperar alguma coisa ficar pronta (como a água do café) faz com que você não saia correndo de casa e dedique-se a fazer algo por você mesmo. Você é a pessoa mais importante da sua vida, lembre-se disso.
  4. Tome banho (de preferência frio): sei que para quem é do Sul do país, fica difícil tomar banho frio, mas há algum tempo eu escrevi que banho de água fria faz bem aos negócios e realmente faz. Independente de ser frio ou não, tome banho, pois isto irá preparar a sua máquina para o trabalho.
  5. Agradeça tudo: comece o seu dia agradecendo por estar vivo, por respirar, agradeça ao seu corpo, agradeça ao seu alimento, agradeça até mesmo as doenças que lhe acometem porque elas são oportunidades para você aprender algo sobre si mesmo.
  6. Sente-se corretamente: isto faz uma diferença enorme no nosso dia, pois não podemos começá-lo de qualquer maneira e chamando a atenção da mente para o corpo, permite que mantenhamos a atenção total no que está acontecendo naquele momento.
  7. Trabalhe (para os outros): é essencial você adquirir este entendimento do trabalho. A partir do momento que você sai de casa, você não trabalha para você, por mais que você seja empresário, você trabalha sempre para os outros e é com este pensamento que você deve começar o seu dia de trabalho, para que, ao longo dele, esteja sempre atendo em satisfazer mais aqueles que serve. Uma simples diferença de pensamento pode mover todo o mundo em torno de você.

Seu corpo e sua mente existem para servir ao que sua alma deseja.

Mantenha-se apaixonado e cuide bem de você que tudo dará certo.

Praticante de jiu jitsu, apaixonado por filosofia, escritor, coach, palestrante e um impulsionador de pessoas. Desde 2008 mantém este projeto no ar para ajudar pessoas a superar seus medos e suas crenças e se tornarem elas mesmas. Saiba mais sobre Marcos Rezende.

8 estratégias para combater o hábito primitivo de procrastinar

Todo mundo já passou por aqueles dias em que não quer fazer nada e quer ficar deitado na cama esperando o tempo passar, certo?

Pior é que parece que quando temos essa vontade de procrastinar, geralmente temos muita coisa pra fazer.

Um estudo da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, mostrou pela primeira vez na história que o hábito de procrastinar pode ter um componente genético.

A notícia trouxe algum conforto para procrastinadores compulsivos, que agora podem dividir com os pais a culpa pelo mau comportamento.

Mas o grande mérito dos pesquisadores foi mostrar que esse terrível inimigo do trabalho foi aprimorado dentro de nosso DNA ao longo de milhões de anos e que não podemos nos livrar dele tão facilmente quanto pensávamos porque para o homem primitivo, fazer planos de longo prazo não era tão importante quanto saciar as necessidades básicas e instantâneas de sobrevivência.

Ora, se deixar para depois faz parte da natureza humana, como podemos enfrentar a procrastinação e concluir nossas tarefas no prazo?

Na definição do psicólogo Piers Steel, autor do livro A Equação de Deixar para Depois:

Procrastinação é um atraso irracional de uma ação pretendida onde o procrastinador quer cumprir a tarefa, mas por algum motivo não consegue.

Como eu sou ser humano como você, também recebe vez ou outra a procrastinação na minha vida e também sinto uma vontade enorme de deixá-la ficar, mas felizmente consegui me adaptar e construir uma certa força de vontade e técnicas que coloco abaixo que conseguiram me afastar desse “mal”.

  1. Não comece a trabalhar assim que notar que a procrastinação surgiu. Agende um horário e só comece quando o horário chegar.
  2. Enquanto espera, alimente-se. Procure alimentos saudáveis, ricos em água como frutas, legumes, sucos, etc. Eles irão nutrir o seu organismo e dar um up na energia do seu corpo.
  3. Relaxe um pouco, tire um tempo para você após ter se alimentado.
  4. Agora, sente-se e procure respirar conscientemente e profundamente. Eu faço assim: respiro, prendo a respiração por dois segundos e expiro. Faço isso até conseguir prender a respiração por 26 segundos (meu limite) e depois mantenho nessa contagem por algumas vezes. Depois vou descendo a contagem até chegar a dois segundos novamente. Isto irá maximizar a oxigenação do seu sangue, cérebro e todas as suas células. Muito bom e o ajuda a se concentrar.
  5. Comece a trabalhar pelos “cantos”, isto é, faça coisas pequenas e não ataque as grandes logo de cara. Faça pouco, pouco a pouco e vá aumentando a complexidade do que estiver fazendo conforme progride. Começar “algo grande” e não conseguir concluir irá minar a sua autoestima e a sua motivação.
  6. Se ficar cansado ou entediado, pare, levante e faça algum exercício físico. Qualquer um serve: yoga, flexão de braços, alongamento, etc. O importante é trabalhar com o corpo.
  7. Tome um pouco d’água e retorne ao trabalho, atacando as coisas pequenas primeiro novamente.
  8. Não se pressione. Isto é o mais importante. Gerenciar qualidade do seu corpo e mente enquanto trabalha é uma atitude complexa, mas ao mesmo tempo simples, que pode salvar o seu dia e as suas metas.

E antes de tudo: somos seres humanos, não máquinas.

Cada pessoa tem um padrão próprio para deixar as coisas para depois.

Não há como afirmar categoricamente que alguém está procrastinando, só é possível suspeitar. Só quem pode assumir ou negar a procrastinação é o próprio procrastinador, porque existem situações em que um procrastinador diz que a inércia é uma escolha racional, por exemplo.

De acordo com Piers “os principais motivos pelos quais adiamos as coisas são falta de confiança, achar a tarefa chata ou pouco prazerosa e a distração provocada pela impulsividade”.

Ou seja, se você “não deixar a peteca cair”, buscar atividades que lhe dêem prazer, organizar melhor a sua agenda e seguir algumas das dicas que sugeri acima provavelmente irá minar o poder que procrastinar tem sobre os seus objetivos.

Praticante de jiu jitsu, apaixonado por filosofia, escritor, coach, palestrante e um impulsionador de pessoas. Desde 2008 mantém este projeto no ar para ajudar pessoas a superar seus medos e suas crenças e se tornarem elas mesmas. Saiba mais sobre Marcos Rezende.

As 3 melhores dicas de Tim Ferriss sobre administração do tempo

Você já se imaginou trabalhando apenas 4 horas por semana?

Li recentemente o livro Trabalhe 4 Horas por Semana do escritor americano, empresário, investidor anjo e palestrante Tim Ferris que ensina passo a passo como construir um estilo de vida que valoriza o tempo livre.

Fantástico!

Imagine um mundo onde você possa trabalhar menos e realizar mais ao invés de trabalhar feito um louco e chegar no final do dia com aquela sensação de que não fez nada de útil.

Seria ótimo, não?

Este artigo é o resumo do resumo das melhores dicas que Tim Ferris dá em seu livro sobre administração do tempo e aumento de produtividade.

Adote algumas destas sugestões no dia a dia e comprove os resultados.

Determine horários fixos para atividades em comum

Não fique a todo momento checando e-mails, redes sociais e o celular.

Separe um horário para isso se quiser ser mais produtivo.

Também desligue dispositivos que possam lhe acionar a qualquer momento como o celular quando estiver desempenhando alguma tarefa que precise da sua atenção e foco.

Ao colocar esta dica em prática, você conseguirá inclusive manter a sua caixa de e-mails vazia.

Que tal?

Automatize tudo o que puder ser automatizado

Sim, você (e suas atividades) precisam funcionar no automático como máquinas.

Você não pode perder tempo pensando onde está a chave do carro no momento que vai sair de casa ou qual é o endereço daquele cliente que você precisa visitar.

Todas as informações que são acessadas repetidas vezes devem estar à sua disposição rapidamente e de forma automática.

Além disso, todas as atividades, desde as compras do mês a entrega de um projeto ou produto para um cliente devem ser automatizadas precisando o mínimo possível da sua colaboração para acontecerem.

“O crescimento da produtividade é o único caminho possível para alcançar prosperidade.” – Mario Draghi, economista. (Tweet Isso)

Estabeleça prioridades

Dê atenção aquilo que merece atenção.
administração do tempo
Muitas pessoas e empresas atendem a qualquer demanda sem perceber se esse atendimento pontual irá prejudicar a entrega de demandas anteriores.

Já conversei com empresários que insistiam em fazer vendas pequenas para não perder um pequeno lucro ao invés de se dedicar às vendas grandes, mais fáceis de serem atendidas e com maior margem.

O que é melhor: atender a 100 clientes que comprem um produto de cada vez ou a 10 clientes que comprem 10 produtos cada?

Você decide qual a melhor opção para o seu negócio, mas na prática, o objetivo desse “jogo de empreender” é criar uma linha de produção automática que entrega com a mesma qualidade um serviço ou produto para 100 clientes.

O “conforto” da linha de produção é que dará a verdadeira resposta para a pergunta acima.

“A falta de tempo é, na realidade, falta de prioridades.” ~ Tim Ferriss (Tweet Isso)

Dica extra sobre administração do tempo

Pense no tempo como uma dimensão fixa, pois mesmo com todo dinheiro do mundo, você não tem como comprar mais tempo.

O máximo que você pode fazer, é delegar algumas das suas tarefas para outras pessoas.

E é isso mesmo que você deve aprender a fazer se quiser se tornar uma pessoa de alta performance.

Ou seja:

  1. Descubra o que você quer fazer
  2. Determine-se a ir nessa direção
  3. Aprenda a remover as distrações do seu caminho
  4. Aprenda a automatizar e delegar suas atividades
  5. Dedique-se a sua atividade principal com afinco
  6. Torne-se melhor todos os dias somente nisso delegando todo o resto.
  7. Encontre o sucesso e a satisfação.

Os principais obstáculos que você irá encontrar nesse caminho são coisas e pessoas querendo consumir o seu dinheiro e o seu tempo de uma forma contrária aos seus objetivos, desejos e sonhos.

O dinheiro tem volta.

Você pode ganhar mais dinheiro e recuperar aquilo que perdeu.

Já o tempo…

“Pessoas tóxicas não merecem o seu tempo. Pensar o contrário é ser masoquista.” ~ Tim Ferris (Tweet Isso)

Recomendo fortemente a leitura de Trabalhe 4 Horas por Semana para todos, principalmente empreendedores.

Praticante de jiu jitsu, apaixonado por filosofia, escritor, coach, palestrante e um impulsionador de pessoas. Desde 2008 mantém este projeto no ar para ajudar pessoas a superar seus medos e suas crenças e se tornarem elas mesmas. Saiba mais sobre Marcos Rezende.

5 macetes para você conquistar seus objetivos e sonhos

Sonhos, objetivos, metas, listas de tarefas e atividades.

Temas tão importantes, mas negligenciados pela maioria.

A minha vida pessoal e profissional mudou completamente quando eu percebi que todos os seres humanos possuem a mesma quantidade de tempo diário para desempenhar suas atividades, finalizar listas de tarefas, cumprir suas metas e objetivos e realizar seus sonhos.

Quando percebi isso, pude enxergar que todos nós somos iguais, pois mesmo o mais rico dos homens tem uma quantidade de tempo diária igual a mim e a você.

Então, porque não se organizar, tomar as rédeas da incerteza e finalmente ir na direção dos nossos sonhos?

É sobre isso que trata este artigo. Aproveite.

“Sonhos são como bússola” ~ Augusto Cury (Tweet Isso)

1. Escreva tudo no papel (da maneira certa)

Escrever algo no papel só faz você perder o seu tempo interpretando aquilo que escreveu logo depois.

Ao invés disso, desenhe no papel aquilo que precisa ser feito atribuindo “ícones” aos seus objetivos.

Uma vez desenhado, o cérebro gasta muito menos tempo para interpretar a mensagem, além de ser muito mais fácil memorizar aquilo que você pretende conquistar.

Sabe aquela coisa do livro “O Segredo” de colar recortes dos seus objetivos, desejos e sonhos na parede do quarto?

Não vou discutir se aquilo funciona da forma como é descrito no livro, mas em um outra publicação, chamada Your Brain at Work, o neurocientista David Rock embasa esse princípio de visualização explicando que os caminhos que p cérebro faz para armazenar uma imagem é menor e de mais fácil acesso que o caminho para armazenar letras, sílabas e palavras.

Mesmo que você seja ruim em desejos, vale à pena experimentar “iconizar” suas metas e objetivos vez ou outra para manter o seu cérebro afinado com os seus sonhos.

2. Não execute (de forma nenhuma) aquilo que for aparecendo

O mundo vai te entregar distrações o tempo todo para você desfocar daquilo que é importante.

Fato.

Principalmente quando você trabalha todo o dia atendendo pessoas como seus funcionários, fornecedores, clientes e colegas de trabalho, fica complicado mesmo manter o foco naquilo que é importante.

Minha dica é que você mantenha ao lado do computador uma lista de demandas em papel para que você anote as demandas daquele dia conforme elas forem surgindo.

Desta forma, a cada término de tarefa que esteja alinhada com seus objetivos maiores, você pára, dá uma olhada na lista e executa uma delas ou algumas delas para eliminá-las.

Ao invés de você tentar ser multitarefa (coisa que não somos), você foca em uma coisa de cada vez e diz para as distrações que “daqui a pouco você dará prioridade aquela demanda”.

“A preguiça anda tão devagar, que a pobreza facilmente a alcança.” ~ Confúcio (Tweet Isso)

3. Hábitos são o caminho para os sonhos

Sonhar, sonhar, sonhar e nada fazer, é só sonhar.

Sonhar é bonito. Sonhar grande é legal, mas além de sonhar é preciso construir os alicerces para levantar o sonho almejado.

Minha dica neste ponto é que você crie uma lista dos seus hábitos diários logo depois de ter criado a sua lista de sonhos afim de verificar quais são os hábitos que colocam em risco esses sonhos.

Vamos imaginar, por exemplo, que você tenha o sonho de acumular uma boa quantidade de dinheiro no próximo ano, mas percebe que diariamente compra cigarros, toma cafezinho ou faz um lanchinho toda a tarde no escritório.

Se estes hábitos diários interferem nos seus sonhos negativamente, você precisa eliminá-los e substituí-los por hábitos mais alinhados com os seus desejos.

O mesmo vale para perda de peso, aumentar as vendas da empresa, conquistar o carro dos sonhos, ganhar dinheiro a partir de casa, etc.

Você precisa visualizar o seu sonho no futuro e verificar no presente aquilo que você faz que se torna um obstáculo para a sua conquista.

Sonhos e Objetivos

4. Estude (sempre)

“Educação é uma obrigação, mas a educação formal não é obrigatória.” ~ Ram Charan (Tweet Isso)

Mentor de alguns dos CEOs mais importante do mundo atualmente, Ram Charan expõe aqui o que eu e outros amigos que estão à frente de empresas pensam sobre a educação formal.

Você não precisa ter concluído seus estudos formais para ser um grande estudioso.

Você só precisa ser esforçado e saber o que está buscando para encontrar uma resposta mesmo que em fontes informais de pesquisa.

Apesar da minha formação na área tecnológica, alguns dos meus negócios atualmente são na área de educação, reflorestamento e construção civil, áreas que tive que buscar conhecimento “por fora” para compreender como elas funcionavam.

Estudar é ampliar a mente. Só isso. E não significa que você precisará ler somente para obter o conhecimento que precisa.

Você pode se reunir com pessoas do ramo onde pretende atuar. Mandar um e-mail para aquele tio para tirar uma dúvida de negócios com ele ou pedir ajuda através das redes sociais para pessoas influentes. Só isso.

Estudar (e se atualizar) é extremamente importante, principalmente em um mundo que corre rápido como o de hoje.

5. Saia da sua zona de conforto (sempre)

Assim como estudar é uma ampliação da mente, sair da zona de conforto é uma ampliação do seu “modus operandi”.

É quando você exercita aquilo que estudou, enfrentando o medo e a insegurança de estar se arriscando a fazer o que nunca fez.

Infelizmente a educação formal nos domesticou a entrarmos em caixinhas e ali ficarmos até o final dos nossos dias, mas as mudanças que vivemos nos dias atuais nos pedem ara abandonar isso e vivermos uma vida muito mais alinhada com aquilo que éramos na infância do que com aquilo que nos ensinam nas escolas.

Agindo mais naturalmente, você vai querer andar por mais que suas habilidades ainda o leve muitas vezes para o chão, mas a prática do querer caminhar um dia irá lhe fazer correr.

Coloque essas dicas em prática e corra atrás dos seus sonhos a partir de hoje.

Praticante de jiu jitsu, apaixonado por filosofia, escritor, coach, palestrante e um impulsionador de pessoas. Desde 2008 mantém este projeto no ar para ajudar pessoas a superar seus medos e suas crenças e se tornarem elas mesmas. Saiba mais sobre Marcos Rezende.

Página 2 de 2

Desenvolvido em WordPress & Tema por DoutorWP