Educando para a guerra

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Quem é o melhor?

É menino ou menina?

Quem merece um A+?

Quem é o burro dessa sala?

A professora xingou o mininu.

O menino bateu na fessora.

A polícia pegou o mininu.

O menino ficou puto com os puliça.

A polícia revistou o mininu na rua.

O menino juntô uns amigo.

Os amigo fizeram tocaia.

A tocaia matou uns puliça.

A polícia botou terrô na favela.

Na favela mataram gente inocente.

Os inocente se revoltaru.

A revolta virou protesto.

O protesto virou saque.

O saque virou tiro, porrada e bomba.

Morreu puliça, bandido, preto, branco, home, muié, criança, véi, gente pá porra.

E as pessoa discutiam no face quem tava certo e postavam fotos com a hashtag #luto

“A escola educa para a competição e a competição é a fundação de toda guerra.” – A Educação Proibida

Deixe uma resposta