Um dos princípios do jiu-jitsu é a não-resistência.

Apesar de lutadores de jiu-jitsu parecerem estar lutando em suas apresentações em torneios ou mesmo em seus treinos, normalmente eles estão buscando não-lutar.

Sim, não-lutar.

Uma das máximas que aprendi nestes três anos em que tento atingir a arte suave, é que quando resistimos a algo damos mais energia para a força contrária que é exercida contra nós.

É melhor aceitar uma dificuldade do que resistir a ela.

Um sinal de humildade e inteligência ao mesmo tempo.

Humildade da não-resistência

Você se esforça para conseguir algo e atingir um objetivo.

Pode ser uma passagem de guarda no jiu-jitsu ou uma conexão de internet estável onde você pretende trabalhar o resto do dia.

Você tenta uma, duas e três vezes e quando percebe, está de novo no mesmo lugar onde começou as suas tentativas ou talvez em um lugar pior.

No jiu-jitsu é muito comum inclusive, quando você não aceita uma passagem de guarda com humildade, que você acabe caindo em uma situação pior.

Com a cara amassada no chão, você sabe que a saída daquele inferno que se formou não será assim tão fácil e se lembra da célebre frase:

“Aceita senão dói mais”

Já é tarde demais…

Certa vez eu insisti em um negócio que desde o início não se mostrou muito favorável.

Tentei uma, duas e três vezes.

Investi mais dinheiro porque achei ser esse o problema do seu mal desempenho e no final das contas (você já deve imaginar o que aconteceu), terminei com muito menos dinheiro do que quando comecei o negócio.

Se tivesse aceitado com humildade as dificuldades impostas e agido com um pouco mais de inteligência e calma, provavelmente teria realinhado a rota sem desperdiçar muito tempo e dinheiro.

inteligencia

Inteligência da não-resistência

Quando você se vê em uma situação de extrema dificuldade onde percebeu que a corda está mais para o outro lado que para o seu, é hora de se preparar com inteligência para enfrentar aquilo que vem sobre você.

Quando eu enxergo que perdi mais de 80% das chances de manter meu companheiro de treino dentro da minha guarda, me arrumo para cair na posição mais confortável possível para reaver a posição original ou atacá-lo.

É melhor aceitar uma passagem de guarda que resistir a ela até o fim e se ver em apuros instantes depois.

“Se arruma, se arruma!”, sempre ouço meu treinador falar enquanto assiste o meu treino.

Tudo o que você precisa para se tornar alguém de sucesso é saber o momento de entrar e sair de uma situação.

Você não precisa ficar dando “murro em ponta de faca” e tampouco confundir insistência com teimosia.

Nos negócios, ouça os números.

Simples.

Quando o fluxo de caixa demonstra que as situações para o sucesso de um negócio não são favoráveis é melhor dar alguns passos para trás e se arrumar do que insistir no caminho que fatalmente te levará para o abismo.

cansado

Cansado de errar

No jiu-jitsu, nos negócios e na vida, não gostamos de errar.

Isso é um fato.

E um bom sinal de que estamos errando é quando nos forçamos a fazer algo que de fato não queremos.

Imagine que você não gosta da sua namorada ou namorado, mas decide investir os próximos 50 anos nesta relação amorosa esforçando-se ao máximo para que ela dê certo.

Ao final de 50 anos ela terá “dado certo”?

O mesmo pode acontecer na sua profissão.

Você não gosta tanto do que faz, mas decide investir os próximos 35 anos esforçando-se ao máximo para que ela dê certo.

Quando chegar a sua aposentadoria, sua vida profissional terá “dado certo”?

Hipocrisia é fingir ter crenças, virtudes, ideias e sentimentos que na verdade não temos.

Estar engajado em um relacionamento sem vínculo amoroso é ser hipócrita.

Estar comprometido com uma profissão sem paixão por desenvolvê-la é ser hipócrita.

Rickson Gracie

Rickson Gracie

Não resista, mas aja

A vida vai sempre vir com um rolo compressor para cima de você tentando te persuadir a desistir dos objetivos que estabeleceu.

Não brigue com a vida, assim como o rio não força passagem pelo meio de uma pedra.

Ao invés disso, mantenha a calma, analise a situação e contorne os obstáculos com inteligência.

Um grave problema hoje em dia é ver as pessoas agindo sem parar feito baratas tontas em todas as direções.

Com as facilidades do mundo atual, as pessoas estão cada vez mais dispostas a agir sem planejamento porque acreditam que já perderam muito tempo em atividades que não deveriam estar fazendo.

É o caso clássico de quem tem 30 anos e que se mete em ser dono de empresa sem planejamento porque não suporta o fato de ter passado os últimos 10 anos da sua carreira atrás de uma mesa sem sentido por causa de um salário razoável no final do mês.

Sempre que você agir por impulso, tome cuidado.

Basta pensar assim…

Quando agimos por impulso nossas emoções nos levam para uma vida geralmente instável, já que as emoções adoram continuar vivas nos levando para cá e para lá.

Já quando agimos com racionalidade, humildade e inteligência, a vida nos presenteia com uma estabilidade daquelas que somente os grandes mestres do jiu-jitsu, da vida e dos negócios conseguiram atingir.

Pare de lutar.

Comece a viver.

Praticante de jiu jitsu, apaixonado por filosofia, escritor, coach, palestrante e um impulsionador de pessoas. Desde 2008 mantém este projeto no ar para ajudar pessoas a superar seus medos e suas crenças e se tornarem elas mesmas. Saiba mais sobre Marcos Rezende.

CONTEÚDO POR E-MAIL

Digite o seu e-mail abaixo e receba semalmente artigos, vídeos e dicas direto no seu e-mail