sábado , 25 outubro 2014
Capa » Filosofia » Não tente ser melhor que os outros, seja melhor que você mesmo

Não tente ser melhor que os outros, seja melhor que você mesmo

3 Flares Twitter 2 Facebook 1 Google+ 0 LinkedIn 0 3 Flares ×

A competição entre empresas, negócios, profissionais está cada vez mais em pauta. Além disso, entra em cena a competição entre as pessoas para serem melhores, estarem melhores posicionadas, ter melhores visões, opiniões, etc. Já briguei muito para ser melhor que os outros, tentando ganhar destaque baseando-me na concorrência. Um padrão de crescimento onde somos treinados a sermos melhor que os outros, tirar melhores notas, ganhar medalhinha por um feito anormal ou até mesmo receber uma bonificação quando atingimos maiores vendas. Isto não denota evolução de ninguém, pois estamos apegados a um padrão pior, sempre pior e que escolhemos.

Viver apontando para os demais é algo que fazemos constantemente e que, infelizmente é aplaudido: “Veja o Fulano, cortou o cabelo hoje. E a Beltrana, que está de casa nova!” Reparamos, julgamos e pensamos que somos melhores ou piores que o outro. Isto não é a realidade. A realidade é que se você fuma hoje e amanhã não fuma, isto sim é uma vitória. Da mesma forma que se você tirou 10 hoje em Matemática e amanhã você tira 8, isto é uma derrota. De quê importa se a pessoa do lado fuma e parece estar bem? De quê importa se a maioria da turma tira sempre 7 e você está acima da média (deles)? O importante é que algo em você mudou, alterou o seu estado e, baseado no que você sente (e não os outros) você deve decidir se é bom ou mau para você.

Evolução é tornar-se melhor a cada dia comparando-se com você mesmo do dia de ontem. Assim devem ser as pessoas, os profissionais, os negócios, tudo. Se você hoje trabalha bem com eventos, veja se existe algo para você fazer melhor amanhã. Ou se você vende um determinado produto, verifique se você o vende dia após dia da melhor forma e se ele atende completamente o seu cliente. Modifique, altere, melhore-se.

Seja você a diferença que deseja para o mundo e não aponte para os outros.

Os outros estão lá, fazendo o trabalho deles, usando as suas liberdades como bem entendem. Como eles a utilizam não importa para você, pois o que importa é a sua vida, o seu negócio, a sua empresa. Com um ou com mil clientes, você precisa saber se existe algo que você possa fazer para servir melhor. Servir, lembre-se sempre, mesmo fora do âmbito profissional, o propósito é servir.

Se mantiver esta regra em mente todos os dias, não importa o que aconteça, você estará se sentindo melhor por ser melhor a cada dia. Parabéns!

Clique aqui e torne-se o primeiro a ser informado sobre novos artigos "fora da caixa" para impactar positivamente a sua vida, quer você seja dono do seu próprio negócio ou não.

✔ Junte-se ao Campus Insistimento.

campus 260x120 v3 Não tente ser melhor que os outros, seja melhor que você mesmo

Sobre Marcos Rezende

35 anos, praticante de jiu-jitsu, pai de dois filhos e padrasto de outras duas meninas, escreve regularmente sobre desenvolvimento pessoal e negócios neste site que fundou em 2008. Saiba mais sobre sua história e conheça o Campus Insistimento, um ambiente que reúne conteúdo de primeira, orientação profissional e apoio financeiro para o seu projeto: Campus Insistimento.
  • ESS

    Muito bom. Mesmo que o outro sempre sera lembrado (pois faz parte de um processo de reconhecimento de identidade) é interessante se ver como a diferença que se quer ter e não o outro como a diferença a ser seguida, ou mesmo melhorada.

  • Kézia

    O pior é quando as pessoas te julgam e se incomodam com a forma com qual você trabalha. Nunca é bom o bastante para eles. Elas sempre são melhores. Às vezes exercem a mesma função que você, mas ainda assim se julgam sua chefe. Sem noção nenhuma sobre o espaço de cada um. Nem lembram que nem todos pensam, agem, reagem e trabalham igual. Cada um com o seu jeito. Todos tem que respeita isto. É o mínimo que pode ser feito.

3 Flares Twitter 2 Facebook 1 Google+ 0 LinkedIn 0 3 Flares ×