Peça e será atendido

Tempo de leitura: 2 minutos

Um problema muito comum para quem está começando a trilhar os caminhos do empreendedorismo e que afeta indubitavelmente o sucesso dos negócios, é a questão da precificação dos serviços e produtos que oferece.

Isto principalmente ocorre pela insegurança que o empreendedor iniciante possui em si mesmo e em seus próprios serviços e produtos, devido a falta de informação que cultiva em relação a estes, a seus clientes e a seus concorrentes.

Exemplo disto foi o que aconteceu ontem quando estava conversando em frente ao restaurante onde comumente almoço com o pessoal do escritório.

Uma senhora, aparentemente moradora de rua, nos abordou e nos pediu cinquenta centavos.

Antes dela nos abordar, quando a vi aproximando-se em nossa direção, já havia me programado de ajudá-la com o que pedisse, não importando a quantia.

Mas ela, infelizmente, acabou por nos pedir somente cinquenta centavos.

Assim, eu enfiei a mão no bolso e tirei uma nota de cinco reais, uma moeda de um real, outras moedas de menor valor e, finalmente, uma moeda de cinquenta centavos que a entreguei em seguida.

A senhora agradeceu e seguiu adiante.

Notem que eu estava preparado para dar-lhe qualquer quantia que pedisse, pois via a sua situação e compreendia a sua necessidade, porém, ela somente pediu cinquenta centavos e isto foi o que lhe entreguei.

É claro que eu poderia ter agido de outra maneira, dando-lhe cinco reais, por exemplo.

Mas achei melhor atender ao seu pedido sem exitar, pois, quem sabe, da próxima vez, ela peça um valor maior ou simplesmente deixe o valor a cargo das pessoas a quem está pedindo esmola.

Quando iniciei a minha carreia como programador freelancer, fechei projetos por um valor muito abaixo do que o de direito, justamente pela falta de confiança que eu tinha em mim mesmo.

Depois que propunha o meu valor, percebia que poderia ter pedido algo mais justo e, simplesmente por não ter tido essa atitude, tomei alguns prejuízos.

Como a senhora da história.

O que gerava essa minha falta de confiança?

Falta de informação, sobre quem eu era, o que fazia e o que isto contribuiria com os negócios dos meus clientes.

Saber responder a estas perguntas de maneira clara e precisa, é o que diferencia os empreendedores de sucesso daqueles que simplesmente estão jogando o jogo até perderem o campeonato.

Afinal, você veio para não perder ou para ganhar esse jogo?

Deixe uma resposta