Aprume-se duma vez

“Quebra a postura dele! Quebra a postura dele!”, dizia o professor em um dos treinos.

Estar sempre quebrando a postura do outro, assim como estar sempre tentando manter a sua postura, é um dos alicerces do jiu jitsu brasileiro.

A cabeça sempre erguida, alinhada com os joelhos.

Os punhos firmes e o tronco sempre ereto.

A vida sempre tenta nos expor a situações convidativas onde há a possibilidade de desistir da nossa postura em prol de alguma facilidade.

  • É o estacionar fora da área permitida.
  • É o suborno do guarda na blitz.
  • É o não manter a sua palavra.

Entre tantas outras coisas…

E se você não está firme e convicto da sua posição, não poderá colocar a culpa na vida quando ela vier lhe cobrar daquela postura que você não conseguiu manter lá atrás.

No jiu jitsu fica bem claro que não é só o outro que te ataca, mas você que se coloca em uma posição de desvantagem quando deixa de manter a sua postura por três ou cinco segundos.

Assim como também não é a vida que te ataca, é você que deixa brechas para ser atacado.

Pense na postura, como o seu caráter, aquilo para o qual toda a sua vida e suas experiências servem para construir.

Conduzir uma postura ruim diante da vida é o mesmo que calçar uma casa sobre um banhado.

Basta cair uma chuvinha para a casa vir abaixo.

O filósofo Epicteto disse uma das maiores verdades da vida.

Disse que existem dois tipos de coisas, aquelas que estão sob o seu controle e aquelas que não estão.

Você nunca vai conseguir saber e tampouco controlar o que o outro vai fazer ou deixar de fazer, mas você pode controlar tudo aquilo que está sob o seu poder.

Você mesmo, sua postura e o seu caráter.

Ajeite essa postura duma vez.

Se aprume.


Conteúdo extra: baixe o livro Como Investir Começando do Zero e aprenda como funciona o mundo do dinheiro (recomendado para pais e filhos).