Saudade

Existem três tipos de saudade:

  • Saudade daquelas coisas que você viveu.
  • Saudade daquelas coisas que você não viveu.
  • Saudade daquelas coisas que você está vivendo.

Quando você sente saudade das coisas que viveu, você guarda na memória os melhores momentos daquelas histórias sabendo que elas são como álbuns de fotos que registram as coisas que passaram e não voltam mais.

É uma saudade alegre.

Quando você sente saudade das coisas que não viveu, você guarda na memória a imaginação de como teria sido bonito e belo se você tivesse tido a oportunidade de ter vivido aquilo que não foi possível viver.

É sua saudade triste.

Quando você sente saudade das coisas que está vivendo, você guarda na memória todos os momentos do presente amarrando-os a você como que por enormes fios que se esticam infinitamente sem perder a elasticidade.

É uma saudade plena.

Para a saudade alegre, você dedica histórias nutrindo a beleza daquilo que foi vivido.

Para a saudade triste, você dedica lágrimas abandonando aquilo que nunca será possível viver.

Para a saudade plena, você dedica um cachecol.

Que quando bem arrumado, cheiroso e enrolado abastecerá de amor os fios que mantém você unido aquilo que você quer viver e que seja vivido.


Conteúdo extra: baixe o livro Como Investir Começando do Zero e aprenda como você pode investir melhor o seu dinheiro sem ser um especialista.