skip to Main Content
Sonhos São Mais Importantes Que Metas. Você Tem Um?

Eu tenho um sonho, um sonho muito claro que cultivo já há uns cinco anos. É um sonho que cada vez que me lembro dele (e isso acontece pelo menos umas cinco vezes por dia), imagino ele se tornando cada vez mais real. Assim, continuo caminhando em direção a ele, deixando o tempo se encarregar de trazê-lo até mim, enquanto aparo as arestas da minha realidade atual para aproximar-me com menos desgaste desse sonho. Vejo muitas pessoas cultivando metas, objetivos, mas poucas cultivando sonhos. Mas pior mesmo, são aquelas que têm um sonho e que o vêm somente como algo presente apenas no imaginário, não como algo que elas estão construindo hoje para alcançar no futuro. É sobre isso que quero falar hoje. Sobre o poder dos sonhos e a realidade dos sonhos.

UM SONHO MOVE
Sem um sonho ou com um sonho que nada tem a ver conosco somos mais um no mundo perambulando para cá e para lá em busca de distrações. Não nos sentimos construindo nada e vivemos a vida com o foco no próximo final de semana, na próxima festa de família e no próximo feriado. Diferente disso, quando temos um sonho na frente e queremos muito conquistá-lo, vamos atrás, nos empenhamos, ignoramos as distrações, nos melhoramos para poder alcançá-lo e providencialmente nos movemos e crescemos. Damos adeus a antiga vida, a alguns amigos, às emoções mesquinhas e aos agrados superficiais. Nós vamos contra o desejo da média e em direção ao nosso sonho mais profundo para que, conquistando-o celebremos a vitória com aqueles que nos amam e nos incentivaram a conquistá-lo.

QUAL É O SEU GRANDE SONHO?

Eu conheço duas pessoas onde uma tem um sonho e a outra não. A que tem um sonho acorda cedo, trabalha o dia inteiro naquilo que gosta e dorme, às vezes sem ter recebido nenhuma palavra de aprovação ou algum tostão. Ela apenas acordou e fez algo que tinha a ver com o sonho dela. Já a segunda pessoa não tem sonho algum, acorda tarde, não faz quase nada e procrastina o dia inteiro para depois ir dormir também tarde sem motivação e deprimida por não ter sido reconhecida pelo mundo por algo que fez.

Pare agora tudo o que estiver fazendo, saia de onde estiver logo após terminar de ler esse texto e vá ficar um pouco sozinho. Existem tantas coisas “urgentes” nesse mundo que não nos damos o direito de ficarmos sozinho pensando no nosso grande sonho. Quando chega esse tempo, estamos deitados numa maca de hospital. Reflita se a vida que você tem atualmente é a que você gostaria? Se está certo o que está acontecendo com você agora? Pense em onde estão as pessoas que você ama e onde está a sua liberdade? Você quer ser livre? O que é ser livre para você? Você quer mesmo? Então não ligue mais para as superficialidades, desligue-se do meio em que vive e vá em busca do seu sonho.

Para mim, só existem três coisas realmente importantes na vida a que devemos no dedicar:

  • A criação dos nossos filhos;
  • a perseguição do nosso sonho; e
  • a liberdade do nosso espírito da mente e do corpo que ele habita.

Nada mais interessa.

O meu sonho envolve essas três coisas e alguém ao meu lado para caminhar pelo mundo aprendendo mais sobre ele, suas pessoas e minhas próprias idiossincrasias apresentadas em espelhos diferentes.

Enfim, qual é o seu sonho?

E lembre-se:

Qualquer tipo de luta é sempre contra si mesmo
.

Marcos Rezende

Faixa roxa de jiu-jitsu brasileiro pela equipe Atos Loyalty Curitiba, vestibulando de filosofia da UFPR e aprendiz de investidor em parceria com o GuiaInvest que desde 2008 conduz este projeto com a missão de motivar e apoiar pessoas a superar seus medos e suas crenças para se tornarem elas mesmas.

Back To Top
Close search
Buscar