Tag: corrupção

Quando os pequenos pagam a conta dos grandes

No final do ano passado eu recebi uma multa de R$ 1.200 da Receita Federal porque dois anos antes minha empresa havia atrasado por dois dias de enviar uma determinada declaração para a Receita.

De alguma forma a Receita Federal cruzou os dados da minha empresa com o calendário de entrega de declarações daquele ano e descobriu que eu me atrasei.

Ela fez o mesmo quando eu atrasei o pagamento dos meus impostos por dois meses porque que estava com dificuldades financeiras.

De alguma forma a Receita Federal cruzou as informações das notas fiscais que eu havia emitido com os impostos que eu havia pago e descobriu que eu estava atrasado com as minhas obrigações.

Ler mais

Praticante de jiu jitsu, apaixonado por filosofia, escritor, coach, palestrante e um impulsionador de pessoas. Desde 2008 mantém este projeto no ar para ajudar pessoas a superar seus medos e suas crenças e se tornarem elas mesmas. Saiba mais sobre Marcos Rezende.

Será que alguém vai te dar cola?

Conheço várias pessoas que fazem ou fizeram faculdade só por fazer, mas ainda não tinha conhecido um professor que tivesse criado regras para as colas da sua matéria. Já conheci professores que simplesmente não ligavam para colas e nem sequer davam queixa quando pegavam os alunos colando, mas daí a fornecer métricas da maneira ideal para colar foi demais para a minha consciência. A educação no Brasil é uma porcaria e não é por causa do governo! É por causa das pessoas que freqüentam as escolas e faculdades desse nosso país varonil. Sejam professores ou alunos. Todos somos responsáveis.

“De agora em diante, se quiserem colar na minha matéria, vocês devem colocar o máximo de informação que puderem em um quarto de folha de papel A4, pois somente este pequeno papel será o que você consultará durante a minha prova.” – Professor sem talento e corrupto de alguma faculdade de Curitiba

INSTRUÇÕES PARA COLAR
Foi uma amiga minha que estava colocando em letras miúdas no papel a cola para a sua prova, pois não era possível utilizar mais do que um quarto de uma folha de papel A4. Durante alguns minutos ela passou folheando o caderno em busca de mais informações “úteis” para conseguir passar na prova e receber o resultado almejado: NOTA DEZ! E eu ali parado olhando sem saber o que era pior: se a professora que tinha criado tais instruções para cola ou se a aluna que tentava tirar uma nota boa apenas copiando as informações do seu caderno.

Imagem por urbanbohemian

NOTA É MAIS IMPORTANTE QUE CONHECIMENTO
Qualquer banco de escola quando feito pra valer e com vontade, com certeza forma profissionais, mas a realidade da nossa sociedade focada em resultados “inéditos” com pouco esforço, mostra que a incompetência humana em assumir as responsabilidades da sua vida está cada vez mais em alta. É mais importante passar nas provas com notas boas e colando do que ficar na média sem colar. É mais importante ganhar um salário fixo no final do mês vendendo suas horas do que trabalhar duro para conseguir projetos e se realizar profissionalmente. Percebeu? É mais importante ganhar dinheiro fácil (roubando ou sendo corrupto) do que trabalhar duro naquilo que é apaixonado.

VOCÊ TEM VERGONHA DE QUÊ?
Está certo que eu sempre procuro focar no que há de positivo, mas você já parou pra pensar nas coisas que você faz diariamente e que lhe provocam vergonha? Vergonha de trabalhar naquilo que não gosta, de falar e não fazer aquilo que diz, de não emitir nota e criticar o governo, etc.? O que a minha amiga estava fazendo é muito vergonhoso e deve acontecer na maioria das faculdades do país que formam os novos “líderes” das futuras empresas. Por isso vemos tanta corrupção no Brasil e por isso a nossa sociedade está tão fragmentada sem nenhuma identidade.

QUEM, AFINAL, TE DARÁ COLA AMANHÃ?
É por isso que tem tanta gente com medo de fazer as coisas acontecer e de investirem dinheiro em si mesmas com medo de que dê errado, de que não valha a pena, de que a esposa não vai gostar e outras desculpas mais. Todos passam a vida inteira sendo domesticados a conseguirem seus resultados da maneira mais fácil, que na hora de sair do conforto e agir, olham para o lado e não tem “colega” para dar cola, muito menos professor pra discutir nota. No mundo real e de gente grande e responsável ou você é ou você engana. De que lado você vai sentar na sala? Do lado dos que fingem estar presentes ou do lado daqueles que não só estão presentes como estão tentando assistir duas aulas ao mesmo tempo?

Encerro esse artigo com vergonha de ser um brasileiro feliz, mas corrupto e ladrão.

Praticante de jiu jitsu, apaixonado por filosofia, escritor, coach, palestrante e um impulsionador de pessoas. Desde 2008 mantém este projeto no ar para ajudar pessoas a superar seus medos e suas crenças e se tornarem elas mesmas. Saiba mais sobre Marcos Rezende.

Desenvolvido em WordPress & Tema por DoutorWP