Como escolher o melhor Hosting para o site da sua empresa?

Gratuito, partilhado, VPS ou dedicado? Descubra os tipos de sites de hospedagem e determine o que é a melhor opção para o seu negócio.

 

Quando você cria um projeto online, como um site, blog ou site de comércio eletrônico, uma das primeiras perguntas que você faz é sobre hospedagem de site.

Afinal, a hospedagem e o registo de um bom nome de domínio são os dois elementos essenciais quando se trata de dar os primeiros passos na Internet.

O seu domínio é o seu endereço web, por exemplo http://universidadedahipnose.com. É importante avaliar cuidadosamente a escolha, pois será a sua identidade e é com este “nome” que os seus clientes irão encontrar a sua empresa.

Por outro lado, o hosting é um serviço que armazena os dados do seu website e os disponibiliza para serem visualizados em todo o mundo, 24h por dia, 7 dias na semana. Em outras palavras, o hosting é responsável por fornecer acesso público ao seu endereço virtual.

Tipos de hosting web

Hosting gratuito

Algumas companhias oferecem uma alternativa de hospedagem gratuita, útil para aqueles que estão começando ou querem tentar um projeto online.

É uma alternativa ideal para aqueles que desejam colocar em prática uma ideia do papel. Mas, a longo prazo, isso deve mudar, pois a hospedagem gratuita oferece recursos limitados e, em algum momento, irá comprometer o crescimento do seu empreendimento online.

Com um projeto bem sucedido, seja um site ou um blog, é natural que se opte pela hospedagem compartilhada.

Hosting compartilhado

Este é um modo amplamente utilizado porque é de baixo custo e permite a colocação rápida e fácil do projeto na Internet.

Em geral, seu blog pode ser construído sobre a plataforma WordPress, o sistema de gerenciamento de conteúdo mais popular do mundo (CMS – Content Management System), que domina por volta de 60% dos sites.

Este tipo de hosting é ideal para sites que trabalham como cartões de visita ou para pequenos e médios blogs, porque é usado para colocar o conteúdo que você escreve para ser visto em todo o mundo.

O principal problema surge quando um dos utilizadores abusa do compartilhamento. É como se você e seus familiares estivessem a utilizando o mesmo PC. Se uma das pessoas faz upload de arquivos que consumam 70% da memória, só restará 30% da capacidade para você e para o restante da família, correto?

Quando um utilizador chega a este ponto, é hora de considerar a obtenção de um serviço semidedicado.

VPS

Idealize que você se encontra em um escritório onde o computador é dividido em seções e seu uso é predefinido e restrito para cada usuário, sem que um deles comprometa o bom funcionamento do outro.

A sigla VPS significa Servidor Virtual Privado ou, em inglês, Virtual Private Server.

O VPS é indicado para grandes sites e blogs, e para lojas virtuais que têm imagens pesadas e sistemas operacionais como, por exemplo, o Magento.

Dependendo das características que você está procurando, têm como opção o VPS Linux e o VPS Windows. Veja os detalhes de cada um deles:

  • VPS Linux: O Linux é certamente mais veloz e tem mais segurança que o Windows, porém, pelo fato de utilizar linhas de comandos, o sistema torna complicada a vida para os usuários. É claro que existem versões gráficas dos servidores, mas eles não são otimizados como é o Windows e requerem mais noção sobre programação e conhecimento do sistema.
  • VPS Windows: Se sua empresa integra mais de 70% das empresas brasileiras, você, provavelmente, utiliza o Windows. E também compõe estatísticas mundiais, tendo em vista que é um sistema operacional que é usado em todos os lugares. Com uma interface mais intuitiva e semelhante à do computador que utilizamos em casa, escolhendo um servidor VPS Windows, o uso e a adaptação se tornam mais simplificadas.

Hosting dedicado

Ter hospedagem dedicada é como ter seu próprio computador: não há necessidade de compartilhar o uso, espaço virtual e consumo de memória.

É a sua própria máquina. Contudo, toda esta autonomia tem um custo elevado, o que muitas vezes desencoraja a manutenção.

Como conhecer o que é melhor para seu negócio?

Vamos refletir em algumas questões de direcionamento.

Como mencionamos no início do artigo, trouxemos você aqui porque você provavelmente já tem seu blog ou site em construção, ou está pensando em colocar um negócio online no ar.

VPS ou hosting compartilhado?

O servidor VPS é útil para quem precisa de uma configuração mais personalizada, o que não é mais possível em hospedagem compartilhada – servidores de games ou médias e grandes empresas, que já possuem um volume maior de tráfego e arquivos, são alguns bons exemplos.

Nestes casos, a lentidão dos sistemas gera insatisfação para o cliente ou leitor. Pelo valor de mercado acessível, flexibilidade e muitos recursos de um hosting dedicado, o servidor VPS provavelmente será o mais indicado para o seu site.

Então, se ainda não é um gigante da Internet, mas não é tão pequeno, um hosting compartilhado é ideal para o seu negócio. Isto porque além de ser barato, oferece autonomia e muitas possibilidades de configuração de um hosting dedicado, mas sem interferir de forma significativa no seu orçamento.

 

Ter uma presença online é de fundamental importância para o sucesso das companhias, sejam elas lojas físicas ou empresas do mundo digital. Isso porque a Internet não tem fronteiras geográficas, proporcionando recursos para levar seu serviço, produto ou mensagem aos mais diversos públicos.

Todos os fatores discutidos aqui são importantes na escolha do melhor servidor para hospedar seu website. Mas reconhecemos que a questão pode ser complexa e assustadora.

Portanto, antes de bater o martelo, avalie a empresa de hosting que você vai contratar, a história de mercado e a qualidade do suporte, consultando, por exemplo, empresas como o Reclame Aqui.

Este artigo é uma contribuição do Marcelo Maia. Um dos contribuidores da Universidade da Hipnose, ele tem experiência em criação e hospedagem de sites nas mais diversas plataformas CMS.

Deixe um comentário