Como trabalhar o pós-venda com a automação de e-mail marketing?

A principal função de um sistema de automação de marketing é programar o envio de e-mails de acordo com as regras que você definiu. Estas estruturas, conquistaram uma grande parte do mercado devido a sua praticidade – afinal, quem não gosta de ter mais influência, com menos esforço?

Graças a essas técnicas, trabalhar com relacionamento com o cliente nunca foi tão simples. Tudo o que você precisa é de um sistema de automação de e-mail marketing e uma base de dados e, é claro, a oportunidade de ver formas criativas de se comunicar com o consumidor.

As campanhas de automação pode ter muitos objetivos diferentes – por exemplo, retenção de clientes ou vendas. Mas, sejam quais forem suas intenções, não há dúvida de que qualquer comércio eletrônico deve oferecer certa continuidade após a compra.

Descubra como você pode começar a trabalhar no serviço de pós-venda com essa ferramenta!

Automação de marketing para fidelizar os clientes

Todos nós sabemos que é mais fácil e muito mais barato um cliente voltar a comprar em sua loja do que convencer uma pessoa nova comprar no seu estabelecimento. Nesta perspectiva, é lógico concluir que vale a pena investir na fidelização dos consumidores atuais.

Mas isso não acontece da noite para o dia. A fidelidade requer a construção de relações com os clientes. E embora seja uma tarefa difícil, sua ferramenta de e-mail marketing se encarrega das tarefas pequenas e longas, enquanto você emprega foco na parte criativa.

Lembre-se a todo instante de que seus e-mails devem oferecer algum valor. Aqui estão três exemplos práticos do que pode enviar após a finalização de alguma compra:

  1. Informar os detalhes ao cliente sobre a mercadoria: Algumas ferramentas denominam este tipo de gatilho de “disparo de atualização”. Ficamos todos preocupados quando compramos algo num e-commerce, e é natural que queiramos seguir o ritmo da entrega. Use a automação de marketing para relatar cada novo passo, por exemplo: um e-mail quando o produto é embalado e pronto para ser postado. Outro depois do envio. Outro antes da entrega. Desta forma, o cliente pode planejar ou orientar alguém, para que receba a encomenda.
  2. Ofereça cupons ou descontos: Faça bom uso de datas festivas, como aniversários e feriados. Motivar um cliente a realizar uma compra como celebração, é sempre uma boa iniciativa. Dessa forma, você não só trabalhará nas relações com ele, mas também irá promover a venda de produtos de sua empresa.
  3. Apresentar as mais recentes novidades da marca para o cliente: isto é o que fazem a grande maioria das lojas online que se concentram em marketing de conteúdo. Informar os consumidores sobre os novos produtos que eles, por ventura, possam gostar ou sobre novidades do mercado.

Automação do marketing para vendas: o cross-selling

Como loja on-line, encontrar formas de aumentar as receitas é um problema constante.

O cross-selling é o processo de recomendar produtos adicionais após a compra por parte de um cliente. Esta técnica não é para ser tratada com a venda upselling, uma estratégia que consiste em persuadir o cliente que compre uma versão mais cara do produto que escolheu no começo.

Esta tática é usada regularmente em todas as páginas webs da Amazon. A já conhecida categoria Frequentemente comprados juntos, é pura e simples cross-selling!

Automação de marketing para criar uma marca de confiança

Os usuários que normalmente suspeitam de sites, em geral, são um dos maiores desafios com que se defronta o comércio eletrônico atualmente. Compartilhar os dados dos cartões de crédito é uma das principais razões para essa preocupação.

No entanto, existem formas de acalmá-los e convencê-los de que lhes dê uma oportunidade – uma delas é ter os reviews de consumidores nas páginas de produtos do seu e-commerce. As pessoas confiam umas nas outras, porque acham que esta informação será mais honesta e imparcial que qualquer conteúdo que você tenha escrito.

Se o seu objetivo é aumentar os feedbacks, então você, possivelmente, vai ter duas linhas importantes para esta campanha de automação de marketing: os clientes que compram bastante e aqueles que se envolvem online.

Os clientes que compram bastante são escolhidos por uma razão óbvia: provavelmente adoram e apreciam a marca da sua empresa. No entanto, você deve estar sempre preparado para críticas negativas (nunca se sabe!). Mas com clientes leais, é mais provável que tenha resenhas positivas.

A segunda linha são os contatos que interagem com você nas redes sociais. Isso pode incluir diferentes tipos de envolvimento, como comentar uma mensagem em sua Fã Page no Facebook ou curtir as imagens da sua empresa no Instagram.

Além do fator crucial de segmentação, temos outros dois pontos chaves para a sua campanha incentivo de feedbacks:

Incentivos

Todos nós temos uma vida atarefada. Não é fácil convencer as pessoas a criarem um tempo livre dentro do dia-a-dia. Pense em recompensas que podem motivar o seu cliente. Se você escolher as recompensas certas, o próprio e-mail fará o cliente refletir, sobre sua marca, pensamentos bons. Mesmo antes dele escrever o feedback!

Invista em um presente mais pessoal do que em um simples cupom de desconto (deixe esta última estratégia para compradores novatos). Usar seu software de automação de marketing para disparar uma curta mensagem em vídeo, agradecendo sua lealdade, pode ser uma boa estratégia.

Timing

O fator timing influencia a vontade das pessoas de desistir de dar suas opiniões. Se um cliente adquire algo na sua loja, é essencial que os prazos de entrega e o conhecimento do produto sejam levados em conta.

Temos um exemplo prático: a empresa Mailify queria a opinião de um cliente bastante importante que recentemente tinha comprado um pacote de créditos para usar o software da NuvemShop.

Depois de muito refletir em como fazer tal abordagem, finalmente a NuvemShop resolveu telefonar para o cliente. E a resposta? O cliente se espantou, tendo em vista que a empresa tinha acabado de comprar o pacote e ainda não tinha enviado sequer uma newsletter! Era impossível ter uma opinião conclusiva sobre o serviço de e-mail marketing.

Mas e você? Você está preparado para apresentar campanhas de serviço pós-venda para seus clientes e ainda usar esses e-mails para ganhar novos consumidores?

Esperamos que essas dicas tenham ajudado você a compreender melhor o processo de automação. Faça investimento nessa estratégia e boa sorte!

Deixe um comentário