skip to Main Content

Esse ditado popular é muito comum nas bocas das mães brasileiras que falam para os seus filhos desde cedo que eles serão julgados pelo tipo de amizade que têm. E elas têm razão, até mesmo quando falamos da vida profissional, pois se nossas amizades profissionais são pessoas que apenas andam pelas ruas-currais fazendo o que o sistema diz, significa que também não passaremos de tolas vacas de presépio cumprindo quarenta horas de trabalho semanais em uma atividade profissional que apenas pague as nossas contas e não traga qualquer realização.

Imagem por woaksie

Dave Navarro, em seu blog Rock Your Day escreveu um artigo nessa semana, sobre os dois tipos de pessoas que existem, as Grounders e as Magnets, que aqui chamarei de Apolares e Magnéticas.

  • Apolares são as pessoas que estão praticamente no mesmo nível que o seu, ou seja, pessoas trabalhadoras com um nível medíocre de excelência. Não sabem para onde estão indo e permanecem dentro da caixa ou do curral, como preferir. Ótimas para serem guiadas, só servem para trabalhar enquanto você levanta a cabeça e faz contato com as pessoas magnéticas.
  • Magnéticas são as pessoas que estão bem acima do seu nível. Possuem um nome maior, uma marca maior e estão conectadas a mais pessoas que você. Conectar-se a elas pode te levar para fora da zona de conforto, pois elas sabem qual o melhor caminho e podem lhe ajudar a enfrentar as dificuldades.

PORTANTO, ESQUEÇA AS PESSOAS SEM MAGNETISMO
As pessoas Apolares não querem deixar que os outros animais olhem através da cerca e por isso sempre querem manter a atenção deles às coisas fúteis do dia-a-dia. Elas provocam e ficam em cima de você até garantir que você passou mais um dia com elas dentro dos seus confortáveis currais. Elas não fazem por mal, já que ninguém lhes mostrou outra vida diferente do nascer, crescer, multiplicar e morrer. Suas principais preocupações são:

  • Colegas de trabalho
  • Chefes
  • Big Brother
  • Cerveja
  • Homens/Mulheres
  • Consumo
  • Futebol/Fofocas

PROCURE POR PESSOAS MAGNÉTICAS
Eu vejo dois problemas principais em associar-se a uma pessoa Magnética: o primeiro é que ela está acostumada a dar feedbacks e o outro é que não permanece muito tempo na zona de conforto. Estes dois “problemas” podem ser muito difíceis de serem encarados por uma ovelha que acabou de sair do curral, pois em ambos haverá uma dilaceração do ego da pequena ovelha para construção de uma pessoa realmente ocupada e focada. Utilizando o feedback de maneira positiva você pode saber como os outros olhos lhe vêem e saindo da zona de conforto você poderá errar mais, aprender mais e acertar muito mais também. Suas principais preocupações são:

  • Delegar tarefas
  • Parcerias profissionais
  • Metas
  • Disciplina
  • Família
  • Estratégias de mercado
  • Saúde

QUEM VOCÊ PREFERE?
Agora é você quem deve decidir ter as preocupações do primeiro grupo de pessoas ou do segundo. O que é mais importante para você? Será que é não se aborrecer ou se aborrecer com aquilo que é certo sob o seu ponto de vista?

Pagar o preço da mediocridade, já disse, é muito fácil, mas caminhar rumo à liberdade total com respeito a si próprio e aos outros parece ser o preço mais caro, mas não é. Livre-se das conversas sorrateiras do fundo da sala e projete-se à frente em busca dos seus sonhos e do que só você acredita. É cada vez mais urgente que você se decida entre um caminho e outro. Além disso, eu e toda a sociedade precisamos de você para fazer a sua parte.

Marcos Rezende

Orientador de produção textual na Mentoria da Palavra, graduando em Filosofia na UFPR com concentração em Lógica e Filosofia da Linguagem, desenvolvedor de sites em WordPress na Agência G13 e faixa roxa de jiu-jitsu brasileiro pela equipe Atos Loyalty Curitiba.

Compartilhar
Twittar
Pin
+1
Compartilhar
Back To Top