O que são linguagens de programação?

Saber o que são linguagens de programação e como elas funcionam possibilita uma melhora na produtividade e a conquista de diversas vantagens competitivas em relação à concorrência.

Além disso, a carreira como desenvolvedor de software costuma ser uma ótima alternativa.

Nos últimos anos, as linguagens aumentaram a sua eficiência e a flexibilidade para realizar tarefas mais complexas que são exigidas pelas novas tecnologias da informação e comunicação.

Isso porque, dominar uma linguagem de programação pode te ajudar a automatizar diversos tipos de atividades, onde máquinas podem executar as suas funções.

Sendo assim, ao conhecê-las você consegue atingir esse objetivo em menos tempo.

Afinal, o que são linguagens de programação?

Elas são um tipo de linguagem que funcionam por meio de instruções. Elas permitem que o programador possa escrever um conjunto de ordens lógicas, ações consecutivas, dados e algoritmos para desenvolver programas que fazem o controle do comportamento lógico e físico de uma máquina.

É por meio das linguagens que o desenvolvedor e a máquina se comunicam, podendo atuar com precisão em alguns aspectos:

  • Dados que o software vai operar;
  • Como os dados serão armazenados ou enviados;
  • Quais ações o software deve realizar de acordo com algumas situações variáveis.

Para você entender de forma mais simples podemos dizer que, a linguagem de programação é um sistema de comunicação que é composto por símbolos, palavras-chaves, regras semânticas e sintáticas que trabalham em conjunto.

Esses trabalham em conjunto e assim permitem o entendimento do programador e da máquina.

No entanto, é importante destacar que é comum usar a linguagem de programação com linguagem de computação como sinônimos.

Porém, não devemos confundi-las porque a linguagem de programação segue a um conjunto de regras e expressa os comandos do programador.

Por outro lado, a linguagem de computação utiliza outras linguagens que formatam um texto e não podem ser consideradas como uma programação pra si mesma.

Isso quer dizer que, nem todas as linguagens computacionais são de programação, mas todas as linguagens de programação são computacionais.

Quais os tipos de linguagem de programação?

As linguagens de programação são a base para a criação de todos os aplicativos e softwares que utilizamos no nosso dia a dia e elas são categorizados em dois tipos: Linguagem de baixo e de alto nível.

Linguagem de programação de baixo nível

Essa linguagem faz a orientação da máquina. Ela funciona como uma interface e cria um link fixo entre o hardware e software.

Além disso, ela faz o controle total sobre o equipamento e estrutura física. Para que ela seja aplicada corretamente o programador deve conhecer muito bem o hardware.

Linguagem de programação de alto nível

Essa linguagem tem com objetivo facilitar o trabalho do programador. Para isso, ela usa instruções mais fáceis de serem compreendidas.

Além disso, a linguagem de alto nível possibilita que você possa escrever os próprios códigos usando os idiomas, português, espanhol, inglês e entre outros.

Traduzindo em seguida para a linguagem da máquina por meio de tradutores ou compiladores.

Por exemplo, a linguagem PHP, é uma linguagem de alto nível. Caso queira conhecer mais sobre a linguagem, veja este curso de full stack.

Para que servem as linguagens de programação?

De forma geral, elas são usadas para programar. Porém, cada uma delas tem um escopo e uma maneira diferente de comunicação.

Para você ter uma ideia a de baixo nível possibilita a comunicação interna da máquina e cada instrução possui o seu próprio código para operação.

Por outro lado, a linguagem de alto nível permite a aquisição das instruções que o programador insere na máquina. Ela por sua vez, absorve os códigos através de compiladores ou tradutores e permitindo assim:

  • Redução do tempo de programação,
  • Permite entender de forma mais fácil à tarefa a ser realizada,
  • Possibilita que o programador se desligue da operação interna da máquina.

 

Conclusão

As linguagens de programação são importantes para o mundo da programação porque elas ajudam a organizar os comandos por meio das regras de semânticas e sintáticas, expressões e entre outras.

Através dessas linguagens, é possível que cada vez mais ferramentas e sistemas são criados para resolver problemas e dificuldades do dia a dia. Há inúmeras aplicações que podem ser resolvidas a partir de uma linguagem de programação.

Além disso, algumas das suas funções é permitir que o programador crie a sua própria linguagem para desenvolver um site e fazê-lo funcionar.

 

Empreendedorismo em Tempos de Crise

Muitas pessoas ainda têm uma ideia errada sobre a impossibilidade de empreender em tempos de crise, mas estão totalmente enganadas.

Se você é uma delas, saiba que justamente em momentos mais complicados que excelentes oportunidades de negócios podem surgir.

Por isso que é sempre importante acompanhar o mercado, verificar as necessidades das pessoas e pensar em empreender.

Você sabia que muitos empreendedores de sucesso começaram em épocas de crise? Isso porque eram mais visionários e enxergaram mais à frente.

Então, se você está pensando em abrir um negócio, a hora é agora. Claro que desde que você tenha conhecimento na área e não tenha medo de desafios.

Só para você entender mais como tudo isso é possível, vamos mostrar aqui alguns tipos de negócios que, mesmo com a crise, encontraram espaço e quem sabe você pode ser o mais novo empreendedor na sua área.

É possível empreender em tempos de crise?

Talvez você considere isso algo totalmente impossível, mas a nossa ideia aqui é mostrar justamente o contrário.

É claro que é importante analisar como anda o mercado, o que as pessoas estão buscando e, principalmente, as suas habilidades e o que gosta de fazer.

Também não adianta de nada abrir um negócio que você não faça ideia de como funciona e nem entende nada sobre o assunto.

Pense no que sabe fazer, no que conhece e com certeza, encontrará uma maneira de empreender.

Fizemos uma pesquisa sobre setores que vêm se destacando no mercado, apenas para que você esteja ciente de que é possível sim empreender em tempos de crise.

Ideias de empreendimentos em tempos de crise

Na verdade, tudo o que vamos falar aqui são apenas algumas ideias, mas saiba que existem muitos outras formas e modelos de negócio para empreender durante a crise.

1. Eletricista Autônomo

como empreeender durante a crise

Trabalhar por conta própria, fazer seu próprio horário e em algo que você gosta, é sempre a melhor opção.

Então, se você entende de eletricidade, uma ideia de negócio é oferecer seus serviços como eletricista e o que não vai faltar é trabalho.

Afinal de contas, em todas as residências e empresas, é um serviço altamente procurado, seja para um simples reparo ou até a troca total da fiação elétrica.

Mas, se você quer entrar no ramo e não tem ideia por onde começar, uma boa saída é fazer um curso de eletricista no Senai. Assim, você se prepara mais ou faz uma reciclagem antes de começar a divulgar seus serviços.

2. Instalador de Energia Solar

empreeender na crise

Talvez você já saiba, mas hoje as pessoas estão muito preocupadas com o meio ambiente e buscando fontes de energia alternativa e, por isso a energia solar está tão em alta.

Só para você ter uma ideia, um instalador de energia solar pode ganhar entre R$ 1000,00 a R$ 3000,00, inclusive esse valor pode ser bem maior dependendo do seu grau de conhecimento, experiência e certificações.

Caso essa área seja do seu interesse, o mais indicado é fazer um curso de energia fotovoltaica, pois assim as chances para você conseguir uma melhor colocação no mercado de trabalho aumentam bastante.

3. Cabelereira

O segmento de beleza é um que não foi muito impactado pela crise, principalmente pelo fato de as mulheres não abrirem mão de cuidados pessoais.

Você pode abrir seu próprio negócio ou optar por atender clientes em casa, especialmente idosos com dificuldades de locomoção, e esse mercado é bem amplo.

Por isso que é tão importante você se especializar. Por exemplo, fazer um curso de cabelereira ou uma especialidade em Mega Hair. Quanto mais especialista for em um ramo da beleza, mais oportunidades terá.

4. Atendimento Online

Atendimentos online já haviam ocorrendo, mas com a pandemia, só se intensificaram, especialmente por que as pessoas não podiam ter consultas presenciais.

Tanto que o CFN (Conselho Federal de Nutrição) e o CFP (Conselho Federal de Psicologia) liberaram o atendimento online para pacientes antigos e pacientes novos.

Assim como nutricionistas e psicólogos, outros profissionais da saúde, como os hipnoterapeutas, também estão dando consultas online.

Caso você tenha certificação em hipnose, pode empreender oferecendo atendimentos via Internet e, com certeza, irá se surpreender com a demanda. Uma certificação dessas pode ser obtida com uma carga horária de cerca de 100h.

5. Dar aulas via Skype

dar aula online para ganhar grana extra

Seja qual for a sua área de conhecimento e atuação, outra excelente opção é dar aulas via Skype.

Vamos dar o exemplo aqui de professores de educação física. Embora algumas academias estão começando a reabrir, os personals trainers encontraram nas aulas online uma forma de continuar trabalhando.

Tudo isso via Skype ou outro aplicativo de vídeo. E tem dado tão certo que talvez agora muitos alunos nem queiram mais voltar às academias.

Profissionais que viviam da sua arte também têm sofrido durante a crise: tatuadores, artistas plásticos, quadrinistas, dentre outros não tem conseguido angariar a mesma quantidade de clientes que faziam antes. Uma opção é oferecer cursos online de desenho ou tatuagem, nesses casos. Para isso, eles podem usar plataformas como Monetizze ou Hotmart para hospedar seus cursos.

Então, se você é um especialista em tatuagem ou em ensinar a desenhar online, por que não compartilhar tudo o que sabe com milhares de pessoas e ainda ganhar por isso?

6. Beleza

ramo da beleza da dinheiro

Quando se trata de empreender em tempos de crise, a sensação é que o segmento de beleza não foi muito afetado. Por isso, que é mais uma opção para você que tem alguma especialidade na área.

O ideal é que você focasse em uma área específica e oferecesse às suas clientes um atendimento diferenciado. As sobrancelhas fio a fio é um ótimo caminho.

Apenas lembrando que, independentemente do serviço que oferecer, procure fazer cursos e treinamentos para que possa se destacar de seus concorrentes.

Você acabou de ter uma noção melhor que, mesmo em momentos de crise é possível empreender, principalmente se você se dedicar e ser um especialista na área.

Saiba que desafios sempre virão, mas quanto mais preparado estiver, enfrentará todos facilmente e com certeza seu negócio será um sucesso.

Como cancelar a assinatura Netflix passo a passo

Você realizou um cadastro na plataforma e deseja realizar o cancelamento, mas está com dúvidas de como é feito o procedimento? Confira aqui neste artigo como cancelar a assinatura Netflix passo a passo!

A Netflix é uma das mais famosas e acessadas plataforma de streaming, a qual possui diversos filmes, séries e documentários para entretenimento, a qual possui mais de 160 milhões de assinantes ao redor do mundo.

Para assinar o serviço é preciso utilizar um cartão de crédito, do qual será cobrado um valor mensal de forma automática de acordo com o seu plano. No entanto, periodicamente, alguns ajustes são realizados no valor e é comum que, por este ou outro motivo, o usuário deseje cancelar a assinatura Netflix.

Confira: Como entrar em contato Netflix

Caso deseje deixar de usufruir o serviço, basta prosseguir a leitura desse artigo para saber como cancelar a assinatura Netflix passo a passo:

Cancelar assinatura Netflix Passo a Passo

Cancelar a assinatura Netflix é bem simples, pois o procedimento é realizado de forma prática e rápida através do computador ou do smartphone, basta acessar o aplicativo e realizar o passo a passo que ensinamos a seguir:

Como cancelar assinatura Netflix pelo celular

O aplicativo da Netflix está disponível para aparelhos eletrônicos nas versões Android e iPhone, e o cancelamento realizado em ambos é bem parecido, já que o que o cancelamento é realizado pela interface do App. Confira:

Passo 1

Desbloqueie a tela de seu smartphone e acesse o aplicativo da Netflix, depois informe o e-mail de usuário e senha se estiver desconectado;

Passo 2

Ao efetuar o login, você deverá clicar no ícone “MAIS”, o qual fica localizado no canto inferior da tela, lado direito;

Passo 3

Você irá se deparar com algumas opções em lista, as quais constituem o menu do serviço. Clique na opção “CONTA” e deslize a tela até encontrar a opção “CANCELAR ASINATURA” e selecione a mesma;

Passo 4

Clique em “QUERO CANCELAR”, a seguir poderá visualizar a mensagem informando o cancelamento da sua assinatura.

Passo a passo para cancelar a Netflix no computador

Assim como no celular, o procedimento para cancelamento da assinatura Netflix é bem simples e rápido, basta seguir o passo como mencionado a seguir:

Passo 1

O primeiro passo é acessar o site da plataforma e efetuar o login com os dados de cadastro, caso esteja desconectado. Além disso, você deverá clicar na tela do usuário principal.

Passo 2

Feito isso, você deverá passar o mouse no avatar de usuário, canto superior da tela, lado direito, e clicar na opção “CONTA”, depois será redirecionado para o menu.

Passo 3

Localize no menu a opção “CANCELAR ASSINTAURA”, a qual fica na lista apresentada e pode ser visualizada facilmente;

Passo 4

Agora basta clicar em “QUERO CANCELAR” e pronto, você poderá visualizar o status “ASSINATURA CANCELADA”.

Como cancelar assinatura Netflix na Smart TV

Para cancelar assinatura Netflix na Smart TV, o procedimento é bem simples, assim como os mencionados anteriormente.

Passo 1

Basta estar com a sua TV conectada a internet, utilizar o controle remoto para acessar o aplicativo;

Passo 2

Efetue o login com os dados de usuário e senha, clique no usuário principal e selecione a opção “CONTA”.

Passo 3

Localize a opção “CANCELAR ASSINTAURA” e selecione a mesma, depois clique em “QUERO CANCELAR” e pronto. Poderá visualizar o status de cancelamento.

O que acontece depois do cancelamento da assinatura Netflix?

Após o cancelamento da assinatura Netflix, você tem acesso ao aplicativo até a data de vencimento da fatura, ou seja, quando o último pagamento é efetuado. Daí em diante não terá mais acesso a plataforma.

Mas, se mudar de ideia e desejar continuando o serviço, antes da data de cancelamento, você pode reverter o cancelamento, basta seguir o mesmo procedimento, a diferença é que ao clicar em conta, você já se depara com a opção para renovar a assinatura e com um clique tem o serviço renovado.

Como trabalhar o pós-venda com a automação do e-mail marketing?

A principal função de um sistema de automação de marketing é programar o envio de e-mails de acordo com as regras que você definiu. Estas estruturas, conquistaram uma grande parte do mercado devido a sua praticidade – afinal, quem não gosta de ter mais influência, com menos esforço?

Graças a essas técnicas, trabalhar com relacionamento com o cliente nunca foi tão simples. Tudo o que você precisa é de um sistema de automação de e-mail marketing e uma base de dados e, é claro, a oportunidade de ver formas criativas de se comunicar com o consumidor.

As campanhas de automação pode ter muitos objetivos diferentes – por exemplo, retenção de clientes ou vendas. Mas, sejam quais forem suas intenções, não há dúvida de que qualquer comércio eletrônico deve oferecer certa continuidade após a compra.

Descubra como você pode começar a trabalhar no serviço de pós-venda com essa ferramenta!

Automação de marketing para fidelizar os clientes

Todos nós sabemos que é mais fácil e muito mais barato um cliente voltar a comprar em sua loja do que convencer uma pessoa nova comprar no seu estabelecimento. Nesta perspectiva, é lógico concluir que vale a pena investir na fidelização dos consumidores atuais.

Mas isso não acontece da noite para o dia. A fidelidade requer a construção de relações com os clientes. E embora seja uma tarefa difícil, sua ferramenta de e-mail marketing se encarrega das tarefas pequenas e longas, enquanto você emprega foco na parte criativa.

Lembre-se a todo instante de que seus e-mails devem oferecer algum valor. Aqui estão três exemplos práticos do que pode enviar após a finalização de alguma compra:

  1. Informar os detalhes ao cliente sobre a mercadoria: Algumas ferramentas denominam este tipo de gatilho de “disparo de atualização”. Ficamos todos preocupados quando compramos algo num e-commerce, e é natural que queiramos seguir o ritmo da entrega. Use a automação de marketing para relatar cada novo passo, por exemplo: um e-mail quando o produto é embalado e pronto para ser postado. Outro depois do envio. Outro antes da entrega. Desta forma, o cliente pode planejar ou orientar alguém, para que receba a encomenda.
  2. Ofereça cupons ou descontos: Faça bom uso de datas festivas, como aniversários e feriados. Motivar um cliente a realizar uma compra como celebração, é sempre uma boa iniciativa. Dessa forma, você não só trabalhará nas relações com ele, mas também irá promover a venda de produtos de sua empresa.
  3. Apresentar as mais recentes novidades da marca para o cliente: isto é o que fazem a grande maioria das lojas online que se concentram em marketing de conteúdo. Informar os consumidores sobre os novos produtos que eles, por ventura, possam gostar ou sobre novidades do mercado.

Automação do marketing para vendas: o cross-selling

Como loja on-line, encontrar formas de aumentar as receitas é um problema constante.

O cross-selling é o processo de recomendar produtos adicionais após a compra por parte de um cliente. Esta técnica não é para ser tratada com a venda upselling, uma estratégia que consiste em persuadir o cliente que compre uma versão mais cara do produto que escolheu no começo.

Esta tática é usada regularmente em todas as páginas webs da Amazon. A já conhecida categoria Frequentemente comprados juntos, é pura e simples cross-selling!

Automação de marketing para criar uma marca de confiança

Os usuários que normalmente suspeitam de sites, em geral, são um dos maiores desafios com que se defronta o comércio eletrônico atualmente. Compartilhar os dados dos cartões de crédito é uma das principais razões para essa preocupação.

No entanto, existem formas de acalmá-los e convencê-los de que lhes dê uma oportunidade – uma delas é ter os reviews de consumidores nas páginas de produtos do seu e-commerce. As pessoas confiam umas nas outras, porque acham que esta informação será mais honesta e imparcial que qualquer conteúdo que você tenha escrito.

Se o seu objetivo é aumentar os feedbacks, então você, possivelmente, vai ter duas linhas importantes para esta campanha de automação de marketing: os clientes que compram bastante e aqueles que se envolvem online.

Os clientes que compram bastante são escolhidos por uma razão óbvia: provavelmente adoram e apreciam a marca da sua empresa. No entanto, você deve estar sempre preparado para críticas negativas (nunca se sabe!). Mas com clientes leais, é mais provável que tenha resenhas positivas.

A segunda linha são os contatos que interagem com você nas redes sociais. Isso pode incluir diferentes tipos de envolvimento, como comentar uma mensagem em sua Fã Page no Facebook ou curtir as imagens da sua empresa no Instagram.

Além do fator crucial de segmentação, temos outros dois pontos chaves para a sua campanha incentivo de feedbacks:

Incentivos

Todos nós temos uma vida atarefada. Não é fácil convencer as pessoas a criarem um tempo livre dentro do dia-a-dia. Pense em recompensas que podem motivar o seu cliente. Se você escolher as recompensas certas, o próprio e-mail fará o cliente refletir, sobre sua marca, pensamentos bons. Mesmo antes dele escrever o feedback!

Invista em um presente mais pessoal do que em um simples cupom de desconto (deixe esta última estratégia para compradores novatos). Usar seu software de automação de marketing para disparar uma curta mensagem em vídeo, agradecendo sua lealdade, pode ser uma boa estratégia.

Timing

O fator timing influencia a vontade das pessoas de desistir de dar suas opiniões. Se um cliente adquire algo na sua loja, é essencial que os prazos de entrega e o conhecimento do produto sejam levados em conta.

Temos um exemplo prático: a empresa Mailify queria a opinião de um cliente bastante importante que recentemente tinha comprado um pacote de créditos para usar o software da NuvemShop.

Depois de muito refletir em como fazer tal abordagem, finalmente a NuvemShop resolveu telefonar para o cliente. E a resposta? O cliente se espantou, tendo em vista que a empresa tinha acabado de comprar o pacote e ainda não tinha enviado sequer uma newsletter! Era impossível ter uma opinião conclusiva sobre o serviço de e-mail marketing.

Mas e você? Você está preparado para apresentar campanhas de serviço pós-venda para seus clientes e ainda usar esses e-mails para ganhar novos consumidores?

Esperamos que essas dicas tenham ajudado você a compreender melhor o processo de automação. Faça investimento nessa estratégia e boa sorte!

O que é Planilha de Controle Financeiro e como usá-la para deixar sua empresa no azul?

Você sabe o que é uma planilha de controle financeiro? Antes que você saiba a definição e para que serve essa planilha, pense um pouco e responda: como você organiza sua vida profissional financeira? Você anota em agendas, bloco de notas e depois fica totalmente perdido?

Apesar de não parecer algo normal, essa prática é mais comum do que você imagina. Muitos empresários, líderes e gestores, por estarem acostumados a ter o celular na palma da mão, acabam concentrando todos os dados financeiros nele. Outros, inclusive, misturam a vida pessoal com a vida profissional e fica uma verdadeira bagunça.

Por isso, uma boa ideia para manter a organização financeira da sua empresa é trabalhar com uma planilha de controle financeiro. É sobre esse assunto que iremos falar nesse artigo. Você vai entender o que é uma planilha de controle financeiro e como ela pode ajudar a sua empresa a se organizar financeiramente, ficando sempre no azul.

Não deixe de conferir e boa leitura!

O que é uma planilha de controle financeiro?

Como o próprio nome já diz, uma planilha de controle financeiro serve justamente para que você organize a sua vida financeira. Ela serve para que você controle as finanças da sua empresa de uma forma simples e organizada.

Por meio de uma planilha de controle financeiro, você poderá enxergar gastos que são desnecessários, assim como possibilidades de vendas e oportunidades de negócios. Em resumo, a planilha de controle financeiro serve para simplificar a rotina da sua empresa.

Em algumas planilhas, basta você preencher os dados necessários e os cálculos vão ser realizados automaticamente. Simples, não é mesmo? Mas não é apenas para isso que uma planilha de controle financeiro serve.

Quais as vantagens de usar uma planilha de controle financeiro?

Com uma planilha de controle financeiro você consegue controlar todos os gastos mensais da sua empresa. Além disso, você também tem como programar os gastos dos meses futuros ou usá-la como um guia para investimentos.

Outra vantagem é a facilidade de usar esse tipo de planilha. Como dito anteriormente, algumas planilhas fazem o preenchimento de forma automática, então basta disponibilizar algumas informações e você terá acesso a tudo que precisa.

Ainda há a vantagem de não ser necessário estar conectado à internet para ter acesso a planilha de controle financeiro. Há muitas planilhas que permitem que você tenha acesso aos dados que constam na planilha em tempo real, independente do lugar que você esteja.

Abaixo você confere ainda outros benefícios de usar uma planilha de controle financeiro:

  • A gestão das finanças se torna mais eficaz;
  • Possibilidade de controlar o que entra e sai financeiramente da sua empresa;
  • Não ter mais necessidade de usar blocos de notas ou caderninhos para controle;
  • Estruturar um plano de custo;
  • Ficar informado para onde o dinheiro está indo e de onde ele vem;
  • Terminar todos os anos no azul;
  • Realizar o pagamento das contas em dia;
  • Aumentar o faturamento da sua empresa;
  • Diminuir gastos fixos ou variáveis;
  • Aumentar a participação no mercado;
  • Ter o controle de dívidas e empréstimos;

Mas afinal, como usar uma planilha de controle financeiro empresarial? É isso que você vai descobrir a seguir.

Faça as anotações de todas as movimentações financeiras da sua empresa

Essa é uma prática que deve ser realizada diariamente. Todos os dias você deve colocar todas as movimentações financeiras realizadas na sua empresa. Dessa forma, você saberá onde o dinheiro está sendo gasto. A ideia é que você possa diminuir ou cortar gastos desnecessários ou excessivos.

Além disso, também é importante separar os gastos em fixos e variáveis. Os gastos fixos são aqueles que não sofrem variação com o passar do tempo. Um exemplo desse tipo de gasto é o salário dos funcionários. Já os gastos variáveis são aqueles que são modificados de acordo com a rotina, como os custos com os fornecedores.

Anote também todo o dinheiro que entra na sua empresa. Dessa forma, você terá controle e saberá se pode gastar ou se é hora de pisar no freio. Resumindo: tudo que tiver relação com o financeiro da sua empresa, deve ser anotado na planilha.

Avalie as finanças da sua empresa

Não basta você anotar as movimentações financeiras. Também é importante que você avalie as finanças e tudo que está sendo anotado. Isso é necessário para que você tenha o controle, sendo possível realizar planejamentos bem estruturados.

Essas informações irão funcionar como um guia. Você saberá onde o dinheiro está sendo investido, de onde ele está vindo e terá um olhar estratégico. Com base nisso, você poderá pensar em melhorias para sua empresa, para o seu público-alvo, seus serviços e etc.

Suas decisões serão tomadas de forma consciente

Acredito que nem preciso explicar o motivo, não é mesmo? Com uma planilha de controle financeiro, você tem como tomar decisões com base em dados concretos e seguros. Você não fará mais o planejamento ou tomará decisões com base em “achismos”.

Com o controle, você poderá investir nos seus funcionários, na melhoria dos seus serviços, equipamentos e até produtos. Isso significa que uma planilha de controle financeiro fará sua empresa dobrar seu faturamento, alcançando resultados extraordinários.

Mas, para que tudo isso aconteça, é preciso que você arrume uma planilha que se adeque às necessidades da sua empresa. Nós temos uma planilha completa para oferecer para você.

Nessa planilha você encontra cadastro de clientes, contas a pagar, vendas, fluxo de caixa e livro de caixa. Basta clicar aqui e fazer o download da sua planilha. É gratuito!

 

Espero que você tenha entendido o que é uma planilha de controle financeiro e como ela pode ajudar sua empresa a se manter no azul. Agora é com você! Baixe a sua hoje mesmo e transforme os resultados da sua empresa.