Os riscos de um sapato inadequado no pé

O uso de sapatos que não se adaptam ao formato do seu pé (mediterrâneo, oco ou plano) pode causar dores localizadas dos dedos dos pés às costas.
Na verdade, além de bolhas e irritação na pele do calcanhar, problemas mais ou menos graves estão relacionados ao uso de sapatos inadequados, tais como:

O agravamento de um hálux

  • Dor nos dedos do pé
  • Dor no arco
  • Dor no calcanhar
  • Dor no tornozelo
  • Dor no antebraço
  • Dor no joelho
  • Dor no quadril
  • O aparecimento de calosidades e calosidades
  • Um desequilíbrio ao caminhar
  • Entorses de tornozelo frequentes
  • Dor nas costas

É possível e até comum vivenciar vários desses problemas ao mesmo tempo, obrigando a pessoa com dor a adotar uma nova postura para evitar a dor. A postura, porém, não é natural e continua a agravar os problemas, levando o paciente a um ciclo vicioso.
Mas por que os sapatos podem machucar tanto o corpo, quando normalmente são feitos para andar? Em primeiro lugar, essa afirmação está errada: nem todos os sapatos são especialmente projetados para caminhadas, mas apenas acessórios de moda.

Assim, os escarpins ou qualquer outro calçado com biqueira afunilada, como os sapatos sociais masculino, e corpo estreito danificarão as camadas superiores da pele do pé devido ao atrito que sofrem ao longo do dia. O atrito devido a um sapato inadequado é a causa dos calos, o resultado do acúmulo de células mortas.

Além disso, alguns tipos de calçado nem sempre são adequados. Por exemplo, os tênis Adidas Gazelle são perfeitos para correr, mas não podem ser usados ​​todos os dias por muito tempo, sob pena de perder a boa capacidade de resposta do pé.

Nem sempre confortável com os sapatos, a forma mais natural de se comportar seria andar descalço. Felizmente, para prevenir esses riscos dolorosos ao corpo, basta escolher os sapatos mais adequados e quebrar os maus hábitos.

Sapatos para a vida cotidiana e para o mundo do esporte

Um bom calçado, seja na vida quotidiana ou no mundo desportivo, deve primeiro ser largo o suficiente para deixar o pé entrar e sair sem problemas. É importante especificar isso, pois muitos têm pés chatos ou ocos e ainda insistem em usar sapatos muito estreitos.

Além disso, saltos altos devem ser evitados. Na verdade, esse tipo de calçado causa deformação muscular, encurtamento da panturrilha e enrijecimento do tendão de Aquiles, porque essa parte do pé não é tensionada. Caso contrário, não é recomendável ter o pé totalmente plano, então use sapatos do tipo “bailarina” também. Um calçado de rua ideal tem um salto de 1 a 3 centímetros. Os sapatos masculinos tendem a ter essa altura, mas verifique quando for comprar.

Enfim, no mundo dos esportes, cuidado com o tênis! Estes têm amortecedores fortes, que podem reduzir a capacidade de resposta do seu pé a longo prazo. Por outro lado, para a prática de basquete, futebol ou qualquer outro esporte de campo, o uso de tênis é fortemente recomendado, justamente pelos amortecedores presentes no calcanhar e no antepé dos calçados.

Tenha cuidado, evite calçados esportivos “fitness” que prometem emagrecer suas coxas. Estes últimos são fortemente desencorajados pelos médicos e podólogos porque não são naturais para as suas pernas e para o seu corpo em geral. Além disso, os usuários desses calçados de ginástica costumam torcer-se.
No entanto, se a dor não diminuir, apesar de seus bons hábitos, consulte um podólogo rapidamente. Profissional dedicado aos pés, saberá diagnosticar e oferecer as melhores soluções.

Insistimento Portal de Notícias