Segmento De Pets Cresce Com E-Commerce E Impulsiona Setor De Entrega

Dois importantes pesquisadores do mercado digital, a Neotrust e o Euromonitor Internacional mostram o boom do setor de e-commerce no Brasil. De acordo com os relatórios da Neotrust,no primeiro trimestre deste ano, o volume de compras online foi de 78,5 milhões (57,4% a mais que em 2020) representando R$ 35,2 bilhões.  Os relatórios de análise de mercado da empresa também mostram, no último ano, a entrada de 20,2 milhões de novos consumidores no mundo digital. 

Por outro lado, os números coletados pela Euromonitor Internacional mostram alguns destaques, entre eles o aumento expressivo de vendas de produtos para animais de estimação. Neste segmento, o crescimento foi ainda maior, 87 % no último ano. Um dos grandes players do segmento, a PETZ é um exemplo. A empresa além de fazer duas aquisições de empresas importantes (Zee.Dog e Cansei de ser Gato) lançou, há um ano, ações na Bolsa de Valores. Seu crescimento é sinalizado pelo faturamento de mais de R$ 2 bi nos últimos 12 meses (entre julho de 2020 e junho de 2021), um crescimento de 55% versus o mesmo período do ano anterior, com participação recorde de mais de 30% de vendas por canais digitais.

 “Quando um cliente cresce nessas proporções puxa nosso desempenho e nos faz crescer junto”, afirma Lucas Grossi, diretor da Shippify, empresa que atua na operação de parte das entregas de e-commerce da Petz. A Shippify, dona de um aplicativo de entregas de tecnologia avançada, cresceu quatro vezes no ano passado.  Para Lucas Grossi, o setor de logística de última milha (o que chega à casa do consumidor) é um ramo de atividade em alta e que acompanha o excelente desempenho do e-commerce. “Cresce não só para entregas no mesmo dia, mas também para entregas programadas. Atendemos a clientes de todos os portes e com a PETZ atendemos no modelo “Ship from store”, ou seja, pegamos a encomenda na loja e entregamos na casa do cliente no mesmo dia. Temos clientes cujo movimento de vendas online aumentou significativamente, para entregas planejadas e expressas, especialmente produtos como eletrônicos, roupas, e outros não perecíveis”, diz o executivo, lembrando que a Shippify faz também a logística reversa para os clientes, caso ele desista da encomenda.

Para atender com a agilidade necessária às políticas de vendas de seus clientes, a Shippify mantém uma comunidade de entregadores, os Shippers, bastante flexível e está presente em todo o Brasil. “Hoje atendemos  demandas em torno das lojas da Petz distribuídas em todo o território nacional, coletando as entregas na loja e entregando diretamente na casa do cliente, em tempo recorde. Para outros clientes mantemos centros de distribuição, galpões inteligentes, para separação e coleta”, conta o diretor Lucas Grossi.

Para absorver o crescimento das vendas online, a Shippify está com novos galpões inteligentes por todo o Brasil, inclusive com uma expansão acelerada no Nordeste do Brasil.  “A pandemia mudou os hábitos do consumidor, seja pela conveniência ou pela impossibilidade de deslocamento, com isso as vendas online, entregas rápidas e precisas já estão na rotina das pessoas. Este foi um benefício da pandemia. Crescemos 400% em 2020 em relação a 2019. E continuamos a crescer e a conquistar novos mercados, finaliza Grossi.

A Shippify

Atualmente a empresa realiza entregas em todo território nacional, e conta com uma grande comunidade de motoristas, os Shippers, como são chamados os entregadores autônomos da comunidade registrada na plataforma. Para esse volume de entrega a Shippify utiliza veículos subutilizados nas ruas das cidades e o cadastro de interessados em participar da comunidade é feito diretamente no site da empresa. “Nosso diferencial está na experiência tecnológica que permite interações durante o processo. A tecnologia tem papel fundamental na experiência de entrega que nossos clientes oferecem. Ela representa controle, facilidade e economia para quem contrata, enquanto proporciona maior autonomia para quem recebe, que pode rastrear, editar informações e acompanhar a entrega. Ou seja, estamos complementando a vivência do consumidor com o produto que compra. Somos um aliado para fidelizar e engajar o consumidor, transformando o processo logístico em uma nova ferramenta de marketing”, comenta Lucas Grossi, diretor da Shippify.

Insistimento Portal de Notícias