Verão x cuidados ginecológicos – especialista aponta a importância de redobrar a atenção com a saúde intima

A ginecologista e obstetra Dra. Carolina Curci alerta sobre a importância de redobrar os cuidados com a higiene ginecológica durante a estação mais quente do ano

Basta chegar o verão, que a vontade de aproveitar a praia e a piscina aumentam. Mas, é preciso atenção, essa época do ano também exige cuidados redobrados com a saúde íntima da mulher. “O verão é o período em que a proliferação de bactérias é maior e o calor intenso favorece o surgimento de doenças ginecológicas” comenta a ginecologista e obstetra Dra. Carolina Curci.

Entre as patologias mais recorrentes nesse período está a candidíase, causada pelo crescimento do fungo cândida, que prefere lugares úmidos, causa coceira e dores para urinar e no ato sexual. Já a tricomoníase é uma DST causada pelo parasita Trichomonas vaginales, e apresenta corrimento amarelo-esverdeado com odor desagradável, além de dores ao urinar e durante o sexo.  E a vaginose bacteriana é provocada pela bactéria Gardnerella Vaginalis, entre seus sintomas está um corrimento amarelo ou branco-acinzentado, com um odor forte, e que piora durante as relações sexuais e na menstruação.

A Dra. Carolina Curci alerta que durante o verão, a flora vaginal está em constante mudanças, e isso acaba favorecendo para o surgimento dessas doenças. Mas, que todas elas, podem ser tratadas com medicamentos.

Para evitar essas doenças o ideal é evitar ficar muito tempo com roupas úmidas, inclusive os trajes de banho; optar por roupas mais leves e arejadas, como vestidos e saias; e higienizar a área intima com sabonetes neutro ou íntimo.

 “Redobrar a higienização é fundamental especialmente durante o verão. Caso perceba qualquer mudança na sua saúde intima, procure um profissional para que ele oriente o tratamento adequado. Jamais se automedique, um tratamento inadequado pode desequilibrar ainda mais a flora vaginal”, finaliza Dra. Carolina  

Sobre a Dra. Carolina Curci

A Dra. Carolina Curci atua com Ginecologia, Reprodução Humana e Obstetrícia, formada pela universidade de Marília no Conjunto Hospitalar Mandaqui, cursou Dermatologia Estética na ISMD e Reprodução Humana no Gera/UNIP. Suas especializações sempre foram voltadas a áreas relacionadas à saúde da mulher desde estética ao pré-natal. Hoje é diretora técnica da Clínica Curci, onde atende gestantes de 18 a 55 anos, mulheres tentantes e que buscam acompanhamento ginecológico.

Insistimento Portal de Notícias